Cientistas lançam livro e apresentam projetos realizados no Pantanal

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia Cavalli destacou a importância das áreas úmidas para a regulação do clima e do ciclo hidrológico, purificando as águas e reabastecendo os lençóis freáticos. Essas declarações foram dadas na última segunda-feira (15), na abertura da 2ª Reunião de Avaliação do Comitê Científico Internacional, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas (INAU), realizado em Cuiabá, pelo Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP).

Ela também fez uma explanação sobre a produção de conhecimentos na UFMT referente às áreas úmidas, que começou a tomar impulso na década de 90, com a parceria com o Instituto Max Planck da Alemanha, dentro do programa SHIFT (CNPq – BMF). Em 2000, quando o Pantanal foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, a instituição, buscou junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT a criação  do Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP, envolvendo as instituições de ensino e pesquisas do Pantanal. Em 2008 foi criado o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas – INAU e neste mesmo ano foi anunciada pelo MCT a implantação do Instituto Nacional de Pesquisas do Pantanal – INPP no campus de Cuiabá da UFMT, que está na fase final de construção do espaço físico.

Dentre as diversas autoridades que participaram da abertura do evento, a reitora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Célia Maria Silva Oliveira, disse que a instituição apóia as pesquisas realizadas pelas universidades do Centro-Oeste, que são tão importantes para o mundo todo.

Lançamento do livro - O livro “O Pantanal – Ecologia, biodiversidade de uma grande área úmida sazonal neotropical” (The Pantanal. Ecology, biodiversity of a large neotropical seasonal wetland), editado pelos professores Wolfgang J. Junk, Carolina J. da Silva, Cátia Nunes da Cunha & Karl M. Watzen, foi lançado  no evento.

“Mesmo com o advento da internet, não faz parte do passado escrever um livro. Esta publicação engloba o trabalho de mais de 100 pesquisadores, e é um marco para os estudos científicos, pelo menos para os próximos 15 anos”, enfatizou Wolfgang J. Junk.

A professora Cátia Nunes da Cunha não escondeu sua emoção ao contar que é neta de pantaneiros e atualmente a mais jovem integrante da equipe de pesquisadores que editou este livro. “Sinto-me muito feliz e emocionada por retornar ao Pantanal contribuindo com o seu desenvolvimento e preservação através da produção de conhecimento, resultado de muitos anos de pesquisas que culminou na produção deste livro, que será uma referência na área”, disse Cátia.

Carolina J. da Silva, também uma das editoras do livro, contou que trata -se da mais  abrangente obra sobre o Pantanal, sendo uma referência para a pesquisa. “É um marco referencial teórico do Pantanal na história da ciência brasileira, quem for estudar este bioma tem que ‘passar’ pelo livro”, enfatizou. O livro pode ser adquirido pelo site www.pensoft.net.

Fonte: Ascom  CPP

Deixe seu comentário


You must be logged in to post a comment.




Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

maio 2022
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031