20 de outubro de 2010 | nenhum comentário »

Atividades de Proteção e Bem-estar Animal estão suspensas em Cornélio Procópio

As atividades do Comitê e da Associação de Proteção e Bem-estar Animal “Ângelo Picone” estão suspensas em Cornélio Procópio. A organização e a instituição sofrem a falta de recursos financeiros para poderem desenvolver os projetos do Programa Municipal de Proteção e Bem-estar Animal, instituída por Lei Municipal. No ano passado, a Prefeitura Municipal anunciou o repasse de R$ 20 mil reais para 2010, o que não ocorreu até o presente momento, e a instituição acumula uma dívida de quase R$ 3 mil reais, resultante de atendimentos de animais abandonados às ruas. Segundo do Presidente da Associação, o Médico Veterinário Yassuo Curiaki, “os projetos de Posse Responsável, Castração, Adoção e Fiscalização ficam comprometidos, porque as ações são interdependentes. Da mesma forma, o 3.º Encontro de Proteção e Bem-estar Animal não tem data para acontecer. A expectativa é que a Prefeitura cumpra com o repasse e a Associação coloque em prática, uma campanha de ajuda denominada Projeto Vida Animal, que está dependendo de finalizar alguns requisitos legais”. Em agosto de 2010, a diretoria da Associação protocolou na Prefeitura Municipal, o projeto de recursos financeiros, entretanto, lamentavelmente, a previsão ainda não foi incluída no orçamento de 2011. As ações de proteção e bem-estar animal, além de beneficiar os animais, tem repercussão na saúde pública e no bem-estar humano”, reforça o Médico Veterinário, que é técnico da Vigilância Sanitária, no Departamento Municipal de Saúde da Prefeitura.

the switch video





Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

setembro 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

20 de outubro de 2010 | nenhum comentário »

Atividades de Proteção e Bem-estar Animal estão suspensas em Cornélio Procópio

As atividades do Comitê e da Associação de Proteção e Bem-estar Animal “Ângelo Picone” estão suspensas em Cornélio Procópio. A organização e a instituição sofrem a falta de recursos financeiros para poderem desenvolver os projetos do Programa Municipal de Proteção e Bem-estar Animal, instituída por Lei Municipal. No ano passado, a Prefeitura Municipal anunciou o repasse de R$ 20 mil reais para 2010, o que não ocorreu até o presente momento, e a instituição acumula uma dívida de quase R$ 3 mil reais, resultante de atendimentos de animais abandonados às ruas. Segundo do Presidente da Associação, o Médico Veterinário Yassuo Curiaki, “os projetos de Posse Responsável, Castração, Adoção e Fiscalização ficam comprometidos, porque as ações são interdependentes. Da mesma forma, o 3.º Encontro de Proteção e Bem-estar Animal não tem data para acontecer. A expectativa é que a Prefeitura cumpra com o repasse e a Associação coloque em prática, uma campanha de ajuda denominada Projeto Vida Animal, que está dependendo de finalizar alguns requisitos legais”. Em agosto de 2010, a diretoria da Associação protocolou na Prefeitura Municipal, o projeto de recursos financeiros, entretanto, lamentavelmente, a previsão ainda não foi incluída no orçamento de 2011. As ações de proteção e bem-estar animal, além de beneficiar os animais, tem repercussão na saúde pública e no bem-estar humano”, reforça o Médico Veterinário, que é técnico da Vigilância Sanitária, no Departamento Municipal de Saúde da Prefeitura.

the switch video