11 de julho de 2009 | nenhum comentário »

Ministro anuncia liberação de R$ 1 milhão para pesca artesanal no Paraná

Pesca Artesanal da Tainha

Pesca Artesanal da Tainha

O ministro da Pesca, Altemir Gregolin, anunciou neste sábado (11), a liberação de R$ 1 milhão para o setor da pesca artesanal no Paraná. Os recursos deverão ser investidos na compra de duas fábricas de gelo, três caminhões frigoríficos para transporte de pescado e em cozinhas comunitárias.

No Paraná, dos 13 mil trabalhadores que vivem da pesca, cerca de 7 mil são pescadores artesanais. Em todo o estado, há 22 mil aquicultores. A produção local de pescado está estimada em 22 mil toneladas.

O balanço foi apresentado ao ministro na manhã deste sábado, em Curitiba, durante a 3ª Conferência Estadual de Aquicultura e Pesca do Paraná, em que representantes do setor pesqueiro discutem o tema Consolidação de uma Política de Estado para o Desenvolvimento Sustentável de Aquicultura e Pesca. Desse encontro deverão sair sugestões para a conferência nacional, que será realizada em Brasília de 30 de setembro a 2 de outubro.

Na conferência, o ministro ressaltou a importância da nova Lei da Pesca e da criação do Ministério da Pesca, ressaltando os benefícios das duas medidas para o pescador e para o aquicultor, que passaram a ter novos direitos, principalmente o de acesso à política agrícola com taxas diferenciadas de juros.

Como exemplo, Gregolin citou o Pronaf Mais Alimentos, cujos financiamentos serão de até R$ 100 mil, com prazo de 10 anos para pagamento, sendo três de carência, e taxas de juros de 2% ao ano.

watch monsterwolf





Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

maio 2022
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

11 de julho de 2009 | nenhum comentário »

Ministro anuncia liberação de R$ 1 milhão para pesca artesanal no Paraná

Pesca Artesanal da Tainha

Pesca Artesanal da Tainha

O ministro da Pesca, Altemir Gregolin, anunciou neste sábado (11), a liberação de R$ 1 milhão para o setor da pesca artesanal no Paraná. Os recursos deverão ser investidos na compra de duas fábricas de gelo, três caminhões frigoríficos para transporte de pescado e em cozinhas comunitárias.

No Paraná, dos 13 mil trabalhadores que vivem da pesca, cerca de 7 mil são pescadores artesanais. Em todo o estado, há 22 mil aquicultores. A produção local de pescado está estimada em 22 mil toneladas.

O balanço foi apresentado ao ministro na manhã deste sábado, em Curitiba, durante a 3ª Conferência Estadual de Aquicultura e Pesca do Paraná, em que representantes do setor pesqueiro discutem o tema Consolidação de uma Política de Estado para o Desenvolvimento Sustentável de Aquicultura e Pesca. Desse encontro deverão sair sugestões para a conferência nacional, que será realizada em Brasília de 30 de setembro a 2 de outubro.

Na conferência, o ministro ressaltou a importância da nova Lei da Pesca e da criação do Ministério da Pesca, ressaltando os benefícios das duas medidas para o pescador e para o aquicultor, que passaram a ter novos direitos, principalmente o de acesso à política agrícola com taxas diferenciadas de juros.

Como exemplo, Gregolin citou o Pronaf Mais Alimentos, cujos financiamentos serão de até R$ 100 mil, com prazo de 10 anos para pagamento, sendo três de carência, e taxas de juros de 2% ao ano.

watch monsterwolf