12 de maio de 2011 | nenhum comentário »

Polícia prende homem que vendia animais silvestres pela internet

Cerca de 70 animais foram apreendidos na Zona Leste de SP.
Suspeito foi ouvido pela polícia e vai responder ao processo em liberdade.

Os répteis foram encaminhados para o Instituto Butantan após a apreensão (Foto: Luiz Guarnieri/Agência Estado )

Répteis foram encaminhados para o Instituto Butantan após a apreensão (Foto: Luiz Guarnieri/Agência Estado )

Cerca de 70 animais silvestres foram apreendidos na tarde desta terça-feira (10) em uma casa na Rua Sampei Sato, em Ermelino Matarazzo, na Zona Leste de São Paulo. Eles eram vendidos ilegalmente pela internet.

De acordo com Renato Ferreira, delegado titular da 1ª Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente, a polícia chegou à casa através de uma denúncia anônima de comércio ilegal de répteis. Os policiais marcaram um encontro com o vendedor na tarde da terça, falando que estavam interessados em duas cobras, e deram a voz de prisão no local da venda. Cada cobra seria vendida por aproximadamente R$ 200.

Como o crime de possuir espécimes da fauna silvestre, previsto pelo artigo 29 da lei 9605, não possibilita a prisão dos envolvidos, o homem foi ouvido pela polícia e deve responder o caso em liberdade. Os animais foram apreendidos e encaminhados ao Instituto Butantan.

Fonte: G1 de São Paulo


31 de março de 2011 | nenhum comentário »

Sucesso no YouTube aumenta comércio ilegal de animal ameaçado

O lóris lento, pequeno primata do sudeste asiático, tem no YouTube um de seus principais adversários. Por conta do sucesso na rede, a venda ilegal de animais desta espécie – ameaçada de extinção – disparou, segundo reportagem do jornal britânico “The Independent”.

O primeiro vídeo publicado pela revista “Wired” em 2009, mostra um animal reagindo a cócegas, e já teve mais de 6 milhões de exibições. Outro clipe, com um lóris brincando com uma miniatura de guarda-chuva, já foi visto por 2 milhões de internautas, na somatória de suas diversas cópias disponibilizadas no site.

De acordo com a especialista em conservação de primatas Anna Nekaris, da Oxford Brookes University, a demanda por lóris tem crescido principalmente entre crianças no Reino Unido, nos Estados Unidos, na Rússia e na Polônia.

O principal ponto de origem dos animais contrabandeados é a Tailândia, onde traficantes pagam o equivalente a menos de R$ 50 por filhote. No Japão, cada bicho chega a ser vendido por R$ 10 mil.

Anna chegou a pedir ao Google, dono do YouTube, que retirasse os dois vídeos do site. Um porta-voz do YouTube afirmou que todos os vídeos publicados devem estar de acordo com as regras do site, que proíbem a exibição de imagens com maus tratos a animais.

Fonte: G1


Próxima página »





Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

abril 2020
S T Q Q S S D
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

12 de maio de 2011 | nenhum comentário »

Polícia prende homem que vendia animais silvestres pela internet

Cerca de 70 animais foram apreendidos na Zona Leste de SP.
Suspeito foi ouvido pela polícia e vai responder ao processo em liberdade.

Os répteis foram encaminhados para o Instituto Butantan após a apreensão (Foto: Luiz Guarnieri/Agência Estado )

Répteis foram encaminhados para o Instituto Butantan após a apreensão (Foto: Luiz Guarnieri/Agência Estado )

Cerca de 70 animais silvestres foram apreendidos na tarde desta terça-feira (10) em uma casa na Rua Sampei Sato, em Ermelino Matarazzo, na Zona Leste de São Paulo. Eles eram vendidos ilegalmente pela internet.

De acordo com Renato Ferreira, delegado titular da 1ª Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente, a polícia chegou à casa através de uma denúncia anônima de comércio ilegal de répteis. Os policiais marcaram um encontro com o vendedor na tarde da terça, falando que estavam interessados em duas cobras, e deram a voz de prisão no local da venda. Cada cobra seria vendida por aproximadamente R$ 200.

Como o crime de possuir espécimes da fauna silvestre, previsto pelo artigo 29 da lei 9605, não possibilita a prisão dos envolvidos, o homem foi ouvido pela polícia e deve responder o caso em liberdade. Os animais foram apreendidos e encaminhados ao Instituto Butantan.

Fonte: G1 de São Paulo


31 de março de 2011 | nenhum comentário »

Sucesso no YouTube aumenta comércio ilegal de animal ameaçado

O lóris lento, pequeno primata do sudeste asiático, tem no YouTube um de seus principais adversários. Por conta do sucesso na rede, a venda ilegal de animais desta espécie – ameaçada de extinção – disparou, segundo reportagem do jornal britânico “The Independent”.

O primeiro vídeo publicado pela revista “Wired” em 2009, mostra um animal reagindo a cócegas, e já teve mais de 6 milhões de exibições. Outro clipe, com um lóris brincando com uma miniatura de guarda-chuva, já foi visto por 2 milhões de internautas, na somatória de suas diversas cópias disponibilizadas no site.

De acordo com a especialista em conservação de primatas Anna Nekaris, da Oxford Brookes University, a demanda por lóris tem crescido principalmente entre crianças no Reino Unido, nos Estados Unidos, na Rússia e na Polônia.

O principal ponto de origem dos animais contrabandeados é a Tailândia, onde traficantes pagam o equivalente a menos de R$ 50 por filhote. No Japão, cada bicho chega a ser vendido por R$ 10 mil.

Anna chegou a pedir ao Google, dono do YouTube, que retirasse os dois vídeos do site. Um porta-voz do YouTube afirmou que todos os vídeos publicados devem estar de acordo com as regras do site, que proíbem a exibição de imagens com maus tratos a animais.

Fonte: G1


Próxima página »