23 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Correios da Suíça vão compensar emissão de CO2

Companhia afirma que pretende reduzir 15 mil toneladas de dióxido de carbono a partir do uso de veículos elétricos pelos carteiros

A companhia de correios suíça, la Poste, anunciou em comunicado, nesta quarta-feira (22), que vai compensar sua emissão de CO2, que tem origem no envio de cartas no país, a partir do dia 1 de abril, numa tentativa de proteger o meio ambiente .

As atividades dos correios geram cerca de 50 mil toneladas de CO2 que serão compensados a cada ano por la Poste mediante vários projetos, entre eles, o uso progressivo de veículos elétricos pelos carteiros e a utilização crescente do transporte ferroviário.

A iniciativa permitirá a redução de 15 mil toneladas de emissões de CO2, calculou.

Além disso, a companhia prevê a instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados de 20 edifícios que abrigam seus escritórios.

Segundo um porta-voz da companhia, esta compensação custará entre 700 mil e 2,5 milhões de francos suíços (entre 583 mil e 2 milhões de euros) por ano.

Fonte: Portal IG


8 de dezembro de 2011 | nenhum comentário »

Iguana encontrada nos Correios será encaminhado a instituto em Cornélio Procópio

Filhote estava sem nenhum alimento, preso em uma meia, dentro de um recipiente plástico furado em um pacote dos Correios

O filhote de iguana encontrado em uma embalagem dos Correios, no final da tarde de ontem, já tem um novo lar, onde vai receber todos os cuidados necessários. O animal será encaminhado pela Polícia Ambiental ao Instituto de Pesquisa em Vida Selvagem e Meio Ambiente (Ipevs), em Cornélio Procópio, região Norte do Paraná.

O pequeno iguana foi identificado por funcionários da Central de Distribuição dos Correios de Londrina. Eles suspeitaram do conteúdo do pacote ao passá-lo pelo scanner. Quando abriram a caixa, encontraram o filhote, de aproximadamente 20 centímetros.

“Era uma encomenda vinda de São Paulo, capital, destinada a uma cidade do Norte do Paraná. Não estamos divulgando o município por causa das investigações”, informa o capitão Ricardo Eguedis, comandante da 2ª Companhia da Polícia Ambiental, acionada pelos funcionários que encontraram o iguana.

O animal estava sem nenhum alimento, preso em uma meia, dentro de um recipiente plástico furado. Havia também um jornal úmido, para manter a umidade relativa do ar e evitar uma desidratação extrema. “É uma técnica que os criminosos usam, para ele não se mexer. Mesmo com o papel molhado, ele corria risco de morte”, acrescenta Eguedis.

“O que ocorre é que esses animais são comprados pela internet ou nas redes sociais. Mas eles crescem e podem chegar a 1,80 metro, mudam de cor e as pessoas não sabem o que fazer depois, acabam abandonando. O que pedimos é que a população não compre esses animais de maneira errada”, complementa o comandante.

De acordo com o biólogo e veterinário do Ipevs, Rafael Haddad, o iguana encontrado é natural das regiões norte e Nordeste do Brasil, onde também é conhecido como calango. “Aparentemente ele está bem, o peso está normal e não vimos nenhuma escoriação. Agora será reidratado, alimentado e vai receber luz solar, que é fundamental para o crescimento”, afirma. “É um animal silvestre, que precisa de umidade. Como ele não é da nossa região, a gente não pode soltar na natureza. Ele ficará em cativeiro, recebendo todos os cuidados.”

Utensílios utilizados para transportar ilegalmente o Iguana. Foto: Lívea S. Almeida

Investigações

Segundo o capitão Eguedis, o transporte ilegal do iguana configura tráfico de animais silvestres e pode render de multa a prisão aos infratores, seja para quem compra, seja para quem vende. “Ainda não podemos afirmar, pois as investigações é que nos dirão, mas geralmente essa prática está associada à comercialização”, completa.

Fonte: Flávio Augusto – Jornal de Londrina  http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?id=1200485


27 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Correios de MG encontram cobras em encomenda enviada para SC

Segundo Correios, caixa seguia de Pouso Alegre (MG) para Caçador (SC).
Ao passar encomenda no raio x, gerente de agência encontrou os animais.

Cobras foram encontradas em encomenda (Foto: Reprodução/TV Globo)

Cobras devem ser encaminhadas para Fundação Ezequiel Dias, em BH (Foto: Reprodução/EPTV)

Duas cobras foram encontradas dentro de uma caixa em uma agência dos Correios de Varginha, na Região Sul de Minas Gerais, nesta terça-feira (25). Segundo informações da assessoria dos Correios, a encomenda seguia de Pouso Alegre para a cidade de Caçador, no estado de Santa Catarina.

Ainda de acordo com os Correios, ao passar a caixa pelo equipamento de raio x, o gerente da agência desconfiou do conteúdo e acionou a Policia Militar do Meio Ambiente. A polícia vai  investigar o caso.

De acordo com a polícia, as cobras,  devem ser encaminhadas para a Fundação Ezequial Dias, em Belo Horizonte. Os Correios informaram que não transportam animais vivos, exceto os admitidos em convenção internacional ratificada pelo Brasil.

 

 

Correios acionaram a Polícia Militar do Meio Ambiente para abrir a encomenda (Foto: Reprodução/TV Globo)

Correios acionaram a Polícia Militar do Meio Ambiente para abrir a encomenda (Foto: Reprodução/EPTV)

Fonte: Do G1 Minas Gerais, com informações da EPTV






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

novembro 2020
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

23 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Correios da Suíça vão compensar emissão de CO2

Companhia afirma que pretende reduzir 15 mil toneladas de dióxido de carbono a partir do uso de veículos elétricos pelos carteiros

A companhia de correios suíça, la Poste, anunciou em comunicado, nesta quarta-feira (22), que vai compensar sua emissão de CO2, que tem origem no envio de cartas no país, a partir do dia 1 de abril, numa tentativa de proteger o meio ambiente .

As atividades dos correios geram cerca de 50 mil toneladas de CO2 que serão compensados a cada ano por la Poste mediante vários projetos, entre eles, o uso progressivo de veículos elétricos pelos carteiros e a utilização crescente do transporte ferroviário.

A iniciativa permitirá a redução de 15 mil toneladas de emissões de CO2, calculou.

Além disso, a companhia prevê a instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados de 20 edifícios que abrigam seus escritórios.

Segundo um porta-voz da companhia, esta compensação custará entre 700 mil e 2,5 milhões de francos suíços (entre 583 mil e 2 milhões de euros) por ano.

Fonte: Portal IG


8 de dezembro de 2011 | nenhum comentário »

Iguana encontrada nos Correios será encaminhado a instituto em Cornélio Procópio

Filhote estava sem nenhum alimento, preso em uma meia, dentro de um recipiente plástico furado em um pacote dos Correios

O filhote de iguana encontrado em uma embalagem dos Correios, no final da tarde de ontem, já tem um novo lar, onde vai receber todos os cuidados necessários. O animal será encaminhado pela Polícia Ambiental ao Instituto de Pesquisa em Vida Selvagem e Meio Ambiente (Ipevs), em Cornélio Procópio, região Norte do Paraná.

O pequeno iguana foi identificado por funcionários da Central de Distribuição dos Correios de Londrina. Eles suspeitaram do conteúdo do pacote ao passá-lo pelo scanner. Quando abriram a caixa, encontraram o filhote, de aproximadamente 20 centímetros.

“Era uma encomenda vinda de São Paulo, capital, destinada a uma cidade do Norte do Paraná. Não estamos divulgando o município por causa das investigações”, informa o capitão Ricardo Eguedis, comandante da 2ª Companhia da Polícia Ambiental, acionada pelos funcionários que encontraram o iguana.

O animal estava sem nenhum alimento, preso em uma meia, dentro de um recipiente plástico furado. Havia também um jornal úmido, para manter a umidade relativa do ar e evitar uma desidratação extrema. “É uma técnica que os criminosos usam, para ele não se mexer. Mesmo com o papel molhado, ele corria risco de morte”, acrescenta Eguedis.

“O que ocorre é que esses animais são comprados pela internet ou nas redes sociais. Mas eles crescem e podem chegar a 1,80 metro, mudam de cor e as pessoas não sabem o que fazer depois, acabam abandonando. O que pedimos é que a população não compre esses animais de maneira errada”, complementa o comandante.

De acordo com o biólogo e veterinário do Ipevs, Rafael Haddad, o iguana encontrado é natural das regiões norte e Nordeste do Brasil, onde também é conhecido como calango. “Aparentemente ele está bem, o peso está normal e não vimos nenhuma escoriação. Agora será reidratado, alimentado e vai receber luz solar, que é fundamental para o crescimento”, afirma. “É um animal silvestre, que precisa de umidade. Como ele não é da nossa região, a gente não pode soltar na natureza. Ele ficará em cativeiro, recebendo todos os cuidados.”

Utensílios utilizados para transportar ilegalmente o Iguana. Foto: Lívea S. Almeida

Investigações

Segundo o capitão Eguedis, o transporte ilegal do iguana configura tráfico de animais silvestres e pode render de multa a prisão aos infratores, seja para quem compra, seja para quem vende. “Ainda não podemos afirmar, pois as investigações é que nos dirão, mas geralmente essa prática está associada à comercialização”, completa.

Fonte: Flávio Augusto – Jornal de Londrina  http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?id=1200485


27 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Correios de MG encontram cobras em encomenda enviada para SC

Segundo Correios, caixa seguia de Pouso Alegre (MG) para Caçador (SC).
Ao passar encomenda no raio x, gerente de agência encontrou os animais.

Cobras foram encontradas em encomenda (Foto: Reprodução/TV Globo)

Cobras devem ser encaminhadas para Fundação Ezequiel Dias, em BH (Foto: Reprodução/EPTV)

Duas cobras foram encontradas dentro de uma caixa em uma agência dos Correios de Varginha, na Região Sul de Minas Gerais, nesta terça-feira (25). Segundo informações da assessoria dos Correios, a encomenda seguia de Pouso Alegre para a cidade de Caçador, no estado de Santa Catarina.

Ainda de acordo com os Correios, ao passar a caixa pelo equipamento de raio x, o gerente da agência desconfiou do conteúdo e acionou a Policia Militar do Meio Ambiente. A polícia vai  investigar o caso.

De acordo com a polícia, as cobras,  devem ser encaminhadas para a Fundação Ezequial Dias, em Belo Horizonte. Os Correios informaram que não transportam animais vivos, exceto os admitidos em convenção internacional ratificada pelo Brasil.

 

 

Correios acionaram a Polícia Militar do Meio Ambiente para abrir a encomenda (Foto: Reprodução/TV Globo)

Correios acionaram a Polícia Militar do Meio Ambiente para abrir a encomenda (Foto: Reprodução/EPTV)

Fonte: Do G1 Minas Gerais, com informações da EPTV