28 de dezembro de 2012 | nenhum comentário »

Corujinha-do-mato é resgatada pelo IPEVS

Na noite de 26 de dezembro de 2012, o IPEVS recebeu um chamado para resgatar uma corujinha-do-mato (Megascops choliba). Ao chegar ao local em uma residência da cidade de Cornélio Procópio, o morador relatou que após a chuva forte que ocorreu naquele dia a coruja foi avistada no solo com dificuldades para voar.  A bióloga do IPEVS Renata Alfredo, recolheu a corujinha deslocando-a para o instituto.  A corujinha não apresentava nenhum ferimento e está em observação. Posteriormente será realizada a soltura da ave.

Corujinha-do-mato recolhida pelo IPEVS. Foto: IPEVS

 

Sem ferimentos a corujinha está em observação e em breve voltará para natureza. Foto: IPEVS

 

Fonte: Ascom IPEVS


10 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

Coruja presa em linha de pipa é resgatada em Vitória

Segundo moradores do bairro Joana D’arc, linha tinha cerol.
Corpo de Bombeiros foi ao local para resgatar o animal.

Coruja fica presa em linha de pipa em Joana D'arc (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja fica presa em linha de pipa em Joana D'arc (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Uma coruja se enrolou em uma linha de pipa no alto de uma árvore no bairro Joana D’arc em Vitória. A aposentada Sueli Abrantes foi acordada às 6h pelo sobrinho, que avistou o animal agarrado na linha se debatendo. Vários órgãos foram chamados, mas, só às 9h, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para resgatar o animal.

De acordo com a aposentada, foi angustiante ver o animal do jeito que estava. “A coruja ficou lá no alto, pendurada pela asa por mais de 3h. Foi muito triste, uma angústia para todos os moradores que acompanharam o sofrimento do animal”, contou a Sueli.

Os moradores disseram que não sabiam como fazer o resgate, já que a coruja se mostrava muito arisca. “Nos galhos da árvore tem muita linha de pipa com cerol (mistura de cola e vidro) que as crianças soltam e, por isso, achamos melhor chamar alguém capacitado para fazer o resgate. Até o bombeiro teve dificuldades. Mas no fim deu tudo certo”, disse a aposentada.

Depois de resgatada, a coruja foi colocada pelos bombeiros dentro de uma gaiola e deixada na casa da aposentada. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) destinará o animal a um lugar adequado. “Enquanto isso a gente fica esperando. Já tentei dar água mas ela não toma. Já não sei mais o que faço. Estou com medo dela morrer aqui. Ela está muito machucada”, disse.

De acordo com o médico veterinário Vinícius Queiroz, uma equipe do Ibama vai levar coruja para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama, que fica no bairro Barcelona na Serra. “Só os bombeiros, possuem o material necessário para remover animais em situação de perigo. Em vários casos os bichos não conseguem ser resgatados à tempo. Neste caso vamos avaliar se a coruja precisa passar por alguma cirurgia. Não adianta oferecer água para a coruja, elas não tomam”, contou o veterinário.

Segundo moradores, linha que prendeu coruja tinha cerol (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Segundo moradores, linha que prendeu coruja tinha cerol (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja é resgatada pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja é resgatada pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Fonte: Juirana  Nobres, G1, Es






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

setembro 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

28 de dezembro de 2012 | nenhum comentário »

Corujinha-do-mato é resgatada pelo IPEVS

Na noite de 26 de dezembro de 2012, o IPEVS recebeu um chamado para resgatar uma corujinha-do-mato (Megascops choliba). Ao chegar ao local em uma residência da cidade de Cornélio Procópio, o morador relatou que após a chuva forte que ocorreu naquele dia a coruja foi avistada no solo com dificuldades para voar.  A bióloga do IPEVS Renata Alfredo, recolheu a corujinha deslocando-a para o instituto.  A corujinha não apresentava nenhum ferimento e está em observação. Posteriormente será realizada a soltura da ave.

Corujinha-do-mato recolhida pelo IPEVS. Foto: IPEVS

 

Sem ferimentos a corujinha está em observação e em breve voltará para natureza. Foto: IPEVS

 

Fonte: Ascom IPEVS


10 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

Coruja presa em linha de pipa é resgatada em Vitória

Segundo moradores do bairro Joana D’arc, linha tinha cerol.
Corpo de Bombeiros foi ao local para resgatar o animal.

Coruja fica presa em linha de pipa em Joana D'arc (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja fica presa em linha de pipa em Joana D'arc (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Uma coruja se enrolou em uma linha de pipa no alto de uma árvore no bairro Joana D’arc em Vitória. A aposentada Sueli Abrantes foi acordada às 6h pelo sobrinho, que avistou o animal agarrado na linha se debatendo. Vários órgãos foram chamados, mas, só às 9h, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para resgatar o animal.

De acordo com a aposentada, foi angustiante ver o animal do jeito que estava. “A coruja ficou lá no alto, pendurada pela asa por mais de 3h. Foi muito triste, uma angústia para todos os moradores que acompanharam o sofrimento do animal”, contou a Sueli.

Os moradores disseram que não sabiam como fazer o resgate, já que a coruja se mostrava muito arisca. “Nos galhos da árvore tem muita linha de pipa com cerol (mistura de cola e vidro) que as crianças soltam e, por isso, achamos melhor chamar alguém capacitado para fazer o resgate. Até o bombeiro teve dificuldades. Mas no fim deu tudo certo”, disse a aposentada.

Depois de resgatada, a coruja foi colocada pelos bombeiros dentro de uma gaiola e deixada na casa da aposentada. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) destinará o animal a um lugar adequado. “Enquanto isso a gente fica esperando. Já tentei dar água mas ela não toma. Já não sei mais o que faço. Estou com medo dela morrer aqui. Ela está muito machucada”, disse.

De acordo com o médico veterinário Vinícius Queiroz, uma equipe do Ibama vai levar coruja para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama, que fica no bairro Barcelona na Serra. “Só os bombeiros, possuem o material necessário para remover animais em situação de perigo. Em vários casos os bichos não conseguem ser resgatados à tempo. Neste caso vamos avaliar se a coruja precisa passar por alguma cirurgia. Não adianta oferecer água para a coruja, elas não tomam”, contou o veterinário.

Segundo moradores, linha que prendeu coruja tinha cerol (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Segundo moradores, linha que prendeu coruja tinha cerol (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja é resgatada pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Coruja é resgatada pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Ari Melo/ TV Gazeta)

Fonte: Juirana  Nobres, G1, Es