26 de março de 2012 | nenhum comentário »

IPEVS participa da Coletiva à Imprensa – Devolução de BHC e Agrotóxicos Obsoletos na região de Cornélio Procópio

O governo estadual paranaense começa a resolver um problema ambiental histórico, referente a agrotóxicos deixados em propriedades rurais a décadas. O Projeto de Devolução do BHC e Agrotóxicos Obsoletos envolve Governo do Paraná, Seab, Emater, Iap, Ocepar, Faep, Senar, inpEV e Instituto das Águas do Paraná,

Por ser o primeiro município da região de Cornélio Procópio a abrigar o projeto, representantes de diversas entidades estiveram em Assaí na manhã de sexta-feira, 23/03, durante reunião no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Segundo Maurílio Soares Gomes da EMATER “A região de Cornélio Procópio, integrando 23 municípios, realiza esta atividade de coletiva a imprensa para dar conhecimento a sociedade do destino a 70,9 toneladas de BHC e 19,8 toneladas de agrotóxicos obsoletos, existentes e cadastrados por 165 agricultores, na 1ª fase ocorrida e regulamentada pela lei estadual 16.082-2009.”

Com o Projeto de Devolução do BHC e Agrotóxicos, o governo paranaense tenta resolver um passivo ambiental que se arrasta há vários anos. Em 2001 o Estado havia feito um levantamento para mensurar o dano, no entanto o passo mais significativo vem acontecer somente agora, apesar da proibição da utilização do BHC ainda em 1985.

O IPEVS se fez presente nesta coletiva por meio de seu presidente, o Médico Veterinário Rafael Haddad. Segundo ele, é importante que os colegas veterinários e zootecnistas que trabalham na área rural conheçam os riscos que o BHC e demais agrotóxicos obsoletos oferecem a saúde dos rebanhos e dos seres humanos, e orientem os proprietários rurais na correta destinação destes produtos. Rafael Haddad relatou ainda o fato do produto se acumular ao longo da cadeia alimentar e permanecer no meio ambiente por muitas décadas, fato este que pode gerar ocorrências de intoxicações de animais em áreas onde esses produtos não foram corretamente armazenados.

Med. Vet. Dr. Rafael Haddad, presidente do IPEVS e delegado regional do CRMV-PR em Cornélio Procópio e Med. Vet. Dr. Luciano José Fidelis, chefe da vigilância sanitária em Assaí - PR. Foto: IPEVS

Fonte: Ascom IPEVS com informações da Delegacia Regional do CRMV de Cornélio Procópio


9 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

IPEVS participa de evento sobre Agropecuária Sustentável

Participantes atentos a parte técnica do evento (Foto: Rafael Haddad - IPEVS)

Participantes atentos a parte técnica do evento (Foto: Rafael Haddad - IPEVS)

No dia 28 de Julho, na sede do KAIKAN em Cornélio Procópio, SEAB – Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, EMATER, IAP, AMUNOP e AMUNORPI promoveram um grande evento intitulado “Agropecuária Sustentável é o Nosso Negócio”.

Estiveram presentes no evento o Secretário Estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, pelo diretor do Instituto Emater, Rubens Niederheitman e pelo diretor do IAP, Luiz Tarcísio Pinto. Além destes, Secretários dos Núcleos Regionais, Prefeitos, Vereadores, Proprietários Rurais, Representantes do Terceiro Setor e a Mídia Regional também participaram.

Iniciado com um delicioso café da manhã, o evento contou com diversos estandes de produtos regionais e teve sequência com a parte técnica, na qual os representantes da secretarias regionais traçaram um perfil agropecuário da região e nortearam ações que serão desenvolvidas.

Devanil José Bonni, chefe regional do IAP, tranqüilizou os produtores rurais e disse que o órgão atuará como parceiro, e não como punidor deles, ajudando a resolver os problemas ambientais das propriedades mas não irá fazer vistas grossas à crimes ambientais. Segundo Paulo César Hidalgo, chefe regional da EMATER, e Maurício Reis Koch, chefe regional da SEAB, a nova política estadual visa uma agropecuária sustentável, com suporte técnico de qualidade e programas inclusivos para os grandes e pequenos proprietários, fortalecendo equipes e territórios.

Neste contexto, o IPEVS, representado pelo seu Presidente, o Médico Veterinário e Biólogo, Rafael Haddad, fez contato com diversos prefeitos e secretários da região visando fortalecer as equipes municipais, que deverão ter capacidade técnica e administrativa para enfrentar os novos desafios da região para criar uma agropecuária sustentável nas esferas econômica, social e ambiental.

Fonte: Ascom do IPEVS






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

julho 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

26 de março de 2012 | nenhum comentário »

IPEVS participa da Coletiva à Imprensa – Devolução de BHC e Agrotóxicos Obsoletos na região de Cornélio Procópio

O governo estadual paranaense começa a resolver um problema ambiental histórico, referente a agrotóxicos deixados em propriedades rurais a décadas. O Projeto de Devolução do BHC e Agrotóxicos Obsoletos envolve Governo do Paraná, Seab, Emater, Iap, Ocepar, Faep, Senar, inpEV e Instituto das Águas do Paraná,

Por ser o primeiro município da região de Cornélio Procópio a abrigar o projeto, representantes de diversas entidades estiveram em Assaí na manhã de sexta-feira, 23/03, durante reunião no auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Segundo Maurílio Soares Gomes da EMATER “A região de Cornélio Procópio, integrando 23 municípios, realiza esta atividade de coletiva a imprensa para dar conhecimento a sociedade do destino a 70,9 toneladas de BHC e 19,8 toneladas de agrotóxicos obsoletos, existentes e cadastrados por 165 agricultores, na 1ª fase ocorrida e regulamentada pela lei estadual 16.082-2009.”

Com o Projeto de Devolução do BHC e Agrotóxicos, o governo paranaense tenta resolver um passivo ambiental que se arrasta há vários anos. Em 2001 o Estado havia feito um levantamento para mensurar o dano, no entanto o passo mais significativo vem acontecer somente agora, apesar da proibição da utilização do BHC ainda em 1985.

O IPEVS se fez presente nesta coletiva por meio de seu presidente, o Médico Veterinário Rafael Haddad. Segundo ele, é importante que os colegas veterinários e zootecnistas que trabalham na área rural conheçam os riscos que o BHC e demais agrotóxicos obsoletos oferecem a saúde dos rebanhos e dos seres humanos, e orientem os proprietários rurais na correta destinação destes produtos. Rafael Haddad relatou ainda o fato do produto se acumular ao longo da cadeia alimentar e permanecer no meio ambiente por muitas décadas, fato este que pode gerar ocorrências de intoxicações de animais em áreas onde esses produtos não foram corretamente armazenados.

Med. Vet. Dr. Rafael Haddad, presidente do IPEVS e delegado regional do CRMV-PR em Cornélio Procópio e Med. Vet. Dr. Luciano José Fidelis, chefe da vigilância sanitária em Assaí - PR. Foto: IPEVS

Fonte: Ascom IPEVS com informações da Delegacia Regional do CRMV de Cornélio Procópio


9 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

IPEVS participa de evento sobre Agropecuária Sustentável

Participantes atentos a parte técnica do evento (Foto: Rafael Haddad - IPEVS)

Participantes atentos a parte técnica do evento (Foto: Rafael Haddad - IPEVS)

No dia 28 de Julho, na sede do KAIKAN em Cornélio Procópio, SEAB – Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, EMATER, IAP, AMUNOP e AMUNORPI promoveram um grande evento intitulado “Agropecuária Sustentável é o Nosso Negócio”.

Estiveram presentes no evento o Secretário Estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, pelo diretor do Instituto Emater, Rubens Niederheitman e pelo diretor do IAP, Luiz Tarcísio Pinto. Além destes, Secretários dos Núcleos Regionais, Prefeitos, Vereadores, Proprietários Rurais, Representantes do Terceiro Setor e a Mídia Regional também participaram.

Iniciado com um delicioso café da manhã, o evento contou com diversos estandes de produtos regionais e teve sequência com a parte técnica, na qual os representantes da secretarias regionais traçaram um perfil agropecuário da região e nortearam ações que serão desenvolvidas.

Devanil José Bonni, chefe regional do IAP, tranqüilizou os produtores rurais e disse que o órgão atuará como parceiro, e não como punidor deles, ajudando a resolver os problemas ambientais das propriedades mas não irá fazer vistas grossas à crimes ambientais. Segundo Paulo César Hidalgo, chefe regional da EMATER, e Maurício Reis Koch, chefe regional da SEAB, a nova política estadual visa uma agropecuária sustentável, com suporte técnico de qualidade e programas inclusivos para os grandes e pequenos proprietários, fortalecendo equipes e territórios.

Neste contexto, o IPEVS, representado pelo seu Presidente, o Médico Veterinário e Biólogo, Rafael Haddad, fez contato com diversos prefeitos e secretários da região visando fortalecer as equipes municipais, que deverão ter capacidade técnica e administrativa para enfrentar os novos desafios da região para criar uma agropecuária sustentável nas esferas econômica, social e ambiental.

Fonte: Ascom do IPEVS