8 de novembro de 2012 | nenhum comentário »

Cientistas dos EUA tentam salvar população de ave ameaçada

Restam cerca de 100 mil exemplares de tordo-de-Bicknell no mundo.
Ação tentará recuperar população na República Dominicana.

Cientistas dos Estados Unidos e da República Dominicana uniram forças para proteger a população de tordos-de-Bicknell (Catharus bicknelli), espécie considerada vulnerável na natureza e que vive na América do Norte e Central.

Com uma população estimada em 100 mil aves, pesquisadores documentaram um declínio anual entre 7% e 19% em algumas regiões ao longo dos últimos 20 anos. A ave, que é encontrada principalmente no Caribe, tem sido afetada pela expansão da produção de carvão vegetal, agricultura de subsistência, extração de madeira e abertura de campos para pecuária.

Agora, uma iniciativa de organizações não governamentais e centros de pesquisa vai desenvolver planos de conservação em conjunto com comunidades locais para que moradores utilizem áreas de forma sustentável.

Esta ave tem um sistema de acasalamento incomum. Enquanto a maioria dos pássaros são monogâmicos e territoriais, as fêmea de Tordo-de-Bicknell se relacionam com vários machos, com filhotes que podem ser alimentados por até quatro espécimes diferentes de machos.

tordo (Foto: Mary Esch/AP)

Foto de 2006 mostra exemplar de tordo-de-Bicknell (Foto: Mary Esch/AP)

Fonte: Globo Natureza


12 de julho de 2012 | nenhum comentário »

Cientistas encontram 11 cobras de espécie declarada extinta em 1936

Para organização, variedade é a ‘mais rara do mundo’.
Exemplares vivem em ilhota de Santa Lúcia, no Caribe.

Após um levantamento de cinco meses, pesquisadores anunciaram nesta terça-feira (10) ter encontrado 11 exemplares do que consideram ser a “cobra mais rara do mundo”, da espécie Liophis ornatos, na pequena ilha de Maria Major, que faz parte de Santa Lúcia, um país caribenho.

Essa cobra já foi abundante naquele país, mas mangustos trazidos da Ásia foram dizimando sua população. De acordo com o Durrel Wildlife Conservation Trust, uma das organizações que realizou o levantamento, já em 1936 a espécie foi considerada extinta. Contudo, em 1973, um exemplar foi encontrado na ilhota de Maria Major, que ficou livre dos mangustos.

No final de 2011, um time internacional foi até o local e, durante 5 meses, procurou e marcou 11 cobras com chipes de rastreamento. A análise dos dados desses animais levou à conclusão de que existem 18 indivíduos da espécie vivendo ali. Uma estimativa menos conservadora, feita por outro método científico, indica que podem chegar a até cem.

Apenas 11 exemplares desta cobra foram encontrados pelos pesquisadores.  (Foto: AP)

Apenas 11 exemplares da cobra foram encontrados em Santa Lúcia. (Foto: AP)

Fonte: Globo Natureza


26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

Contaminado por chumbo, condor-da-Califórnia corre risco de extinção

Espécie é uma das maiores aves voadoras do mundo.
Chumbo usado em munições está contaminando população.

A recuperação do condor-da-Califórnia, uma espécie extremamente ameaçada de extinção, esbarra na contaminação pelo chumbo encontrado em munições, informa uma pesquisa científica divulgada na edição desta terça-feira (26) da revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Essa espécie de condor é uma das maiores aves voadoras do mundo e está sob risco de extinção. Em 1982, segundo o estudo, apenas 22 exemplares restavam. Após um intenso trabalho de recuperação, o número saltou para 400 animais no final de 2010 – ainda muito baixo para manter uma população estável.

Agora, o estudo apresentado por Myra Finkelstein, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, indica que, sem intervenção humana para tratar a contaminação, a espécie pode desaparecer em poucas décadas.

Os condores se alimentam de carcaças, da mesma maneira que urubus e abutres. Uma de suas principais fontes de alimentação são mamíferos de grande porte abatidos por caçadores, como os veados. Segundo a pesquisa, as aves se contaminam ao ingerir fragmentos das balas usadas na caça.

Os cientistas capturam regularmente condores-da-Califórnia para tratamento. Anualmente, uma em cada cinco aves encontradas precisa ser desintoxicada. Após o apoio veterinário, ela é devolvida ao meio ambiente.

Condor-da-Califórnia é uma das maiores aves do mundo. (Foto: Cortesia/Joe Burnett )

Condor-da-Califórnia é uma das maiores aves do mundo. (Foto: Cortesia/Joe Burnett )

O condor-da-Califórnia, ameaçado de extinção. (Foto: Cortesia/Daniel George)

O condor-da-Califórnia, ameaçado de extinção. (Foto: Cortesia/Daniel George)

Fonte: Globo Natureza


30 de dezembro de 2011 | nenhum comentário »

Guia mostra espécies impactadas por construção de usina no Rio Madeira

Companhia Santo Antônio Energia mostra animais resgatados em Rondônia.
Ao menos 350 espécies viviam em área afetada por hidrelétrica.

Um guia lançado neste mês apresenta informações sobre 222 espécies de animais que foram resgatadas nas áreas de floresta amazônica impactadas pela construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, nas proximidades de Porto Velho, emRondônia.

De acordo com a empresa Santo Antônio Energia, que vai operar o empreendimento com 3.150 MW de potência instalada e capacidade para abastecer 11 milhões de moradias, mais de 24 mil animais de 360 espécies foram resgatados por equipes de veterinários e biólogos nas proximidades do rio.

O trabalho fez parte do “Programa de Resgate da Fauna”, uma das compensações ambientais exigidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) para reduzir o impacto ambiental da construção e alagamento. Segundo a companhia, foram investidos R$ 568 milhões na compensação direta.

O livro, que será disponibilizado para escolas e pode ser conferido na internet,(http://www.santoantonioenergia.com.br/upload/portal_mesa/pt/home/guia_fauna_UHE_santo_antonio.pdf) funciona como um inventário da fauna existente na região de floresta amazônica em Rondônia.

Lagarto-jacareana (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Lagarto-jacareana (Crocodilurus amazonicus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

 

Perereca (Hypsiboas cinereascens) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Perereca (Hypsiboas cinereascens) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Um exemplar de Matá-Matá (Chelus fibriatus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Um exemplar filhote de Mata-Mata (Chelus fibriatus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Fonte: Globo Natureza, São Paulo


14 de novembro de 2011 | nenhum comentário »

Especialista diz que peixe da espécie dourado está ameaçada em MS

Pesquisa revelou que esta espécie está com difculdades de reprodução.
Prefeitura de Corumbá quer proibir a pesca desse tipo de peixe.

Especialista afirma que espécie de peixe Dourado está ameaçado (Foto: Reprodução/TV Morena)

Especialista afirma que espécie de peixe Dourado está ameaçado (Foto: Reprodução/TV Morena)

Um estudo feito nos rios no entorno de Corumbá, cidade a 444 quilômetros de Campo Grande, mostrou que a sobrevivência da espécie de peixe popularmente conhecida como dourado está ameaçada. A pesquisa mostrou que esses peixes estão cada vez menores e não estão se desenvolvendo como deveriam.

A análise foi coordenada pelo especialista em biologia pesqueira Thomaz Liparelli e começou depois de um alerta feito pelos pescadores profissionais e empresas de turismo. Eles observaram que o tamanho dos dourados fisgados começou a diminuir.

“No caso do dourado especificamente, estamos observando a captura excessiva de indivíduos de pequeno porte”, disse Liparelli, “Sentimos a necessidade de que tenhamos o início ou a primeira atividade nesse sentido, de coibir a pesca predatória”.

Segundo ele, o tamanho dos peixes capturados dão um alerta, a espécie está com dificuldades para se reproduzir.

A prefeitura de Corumbá enviou para a Câmara de Vereadores da cidade um projeto de lei que proíbe a pesca desse tipo de peixe durante um período que podechegar a cinco anos. “A cada ciclo reprodutivo é possível visualizar o resultado. Esperamos que dentro de três ciclos ou em média quatro anos, tenhamos algum resultado satisfatório, principalmente em relação ao tamanho dos exemplares e a ocorrência da espécie em pontos que até então estavam desaparecidos”, diz o especialista.

O projeto vai seguir para análise dos vereadores. Se for aprovado, a partir do ano que vem a pesca extrativa do dourado ficará proibida nos rios de Corumbá. A lei só não terá efeito sobre os ribeirinhos.

No rio Paraguai só será permitida a pesca esportiva, aquela em que o peixe é fisgado com petrechos especiais e depois é devolvido, sem ferimentos, para o rio.

Fonte: G1, MS


24 de fevereiro de 2011 | nenhum comentário »

Pesquisa lista 25 espécies de tartaruga mais ameaçadas do mundo

Pesquisa realizada pela Wildlife Conservation Society (WCS) em parceria com a Turtle Survival Coalition listou as 25 espécies de tartaruga mais ameaçadas no mundo. A maior parte é pressionada por caça ilegal e perda de habitat natural, segundo o estudo.

O nível de ameaça a algumas espécies é tão alto que existem populações com menos de cinco indivíduos, como no caso das tartarugas gigantes yangtze, que têm apenas quatro exemplares ainda vivos na China, de acordo com o estudo.

Já a tartaruga gigante conhecida como “solitário George” vive no Parque Nacional de Galápagos, no Equador. O animal tem mais de 90 anos de idade, é o último representante de sua espécie e veterinários têm fracassado na tentativa de fazê-lo reproduzir com fêmeas de outra linhagem.

De acordo com o relatório, outras espécies de tartaruga também correrão perigo de extinção nas próximas décadas caso não sejam tomadas medidas rígidas de conservação da natureza.

Das 25 espécies mais ameaçadas atualmente, a pesquisa lista 17 da Ásia, 3 da América do Sul, 3 da África, uma da Austrália e outra que vive na América Central. Segundo a pesquisa, o motivo de a Ásia ter o maior número de espécies ameaçadas está relacionado à caça ilegal para alimentação, domesticação animal e produção de remédios de medicina tradicional.

Fonte: Ambiente Brasil

the green mile ipod






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

outubro 2018
S T Q Q S S D
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

8 de novembro de 2012 | nenhum comentário »

Cientistas dos EUA tentam salvar população de ave ameaçada

Restam cerca de 100 mil exemplares de tordo-de-Bicknell no mundo.
Ação tentará recuperar população na República Dominicana.

Cientistas dos Estados Unidos e da República Dominicana uniram forças para proteger a população de tordos-de-Bicknell (Catharus bicknelli), espécie considerada vulnerável na natureza e que vive na América do Norte e Central.

Com uma população estimada em 100 mil aves, pesquisadores documentaram um declínio anual entre 7% e 19% em algumas regiões ao longo dos últimos 20 anos. A ave, que é encontrada principalmente no Caribe, tem sido afetada pela expansão da produção de carvão vegetal, agricultura de subsistência, extração de madeira e abertura de campos para pecuária.

Agora, uma iniciativa de organizações não governamentais e centros de pesquisa vai desenvolver planos de conservação em conjunto com comunidades locais para que moradores utilizem áreas de forma sustentável.

Esta ave tem um sistema de acasalamento incomum. Enquanto a maioria dos pássaros são monogâmicos e territoriais, as fêmea de Tordo-de-Bicknell se relacionam com vários machos, com filhotes que podem ser alimentados por até quatro espécimes diferentes de machos.

tordo (Foto: Mary Esch/AP)

Foto de 2006 mostra exemplar de tordo-de-Bicknell (Foto: Mary Esch/AP)

Fonte: Globo Natureza


12 de julho de 2012 | nenhum comentário »

Cientistas encontram 11 cobras de espécie declarada extinta em 1936

Para organização, variedade é a ‘mais rara do mundo’.
Exemplares vivem em ilhota de Santa Lúcia, no Caribe.

Após um levantamento de cinco meses, pesquisadores anunciaram nesta terça-feira (10) ter encontrado 11 exemplares do que consideram ser a “cobra mais rara do mundo”, da espécie Liophis ornatos, na pequena ilha de Maria Major, que faz parte de Santa Lúcia, um país caribenho.

Essa cobra já foi abundante naquele país, mas mangustos trazidos da Ásia foram dizimando sua população. De acordo com o Durrel Wildlife Conservation Trust, uma das organizações que realizou o levantamento, já em 1936 a espécie foi considerada extinta. Contudo, em 1973, um exemplar foi encontrado na ilhota de Maria Major, que ficou livre dos mangustos.

No final de 2011, um time internacional foi até o local e, durante 5 meses, procurou e marcou 11 cobras com chipes de rastreamento. A análise dos dados desses animais levou à conclusão de que existem 18 indivíduos da espécie vivendo ali. Uma estimativa menos conservadora, feita por outro método científico, indica que podem chegar a até cem.

Apenas 11 exemplares desta cobra foram encontrados pelos pesquisadores.  (Foto: AP)

Apenas 11 exemplares da cobra foram encontrados em Santa Lúcia. (Foto: AP)

Fonte: Globo Natureza


26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

Contaminado por chumbo, condor-da-Califórnia corre risco de extinção

Espécie é uma das maiores aves voadoras do mundo.
Chumbo usado em munições está contaminando população.

A recuperação do condor-da-Califórnia, uma espécie extremamente ameaçada de extinção, esbarra na contaminação pelo chumbo encontrado em munições, informa uma pesquisa científica divulgada na edição desta terça-feira (26) da revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Essa espécie de condor é uma das maiores aves voadoras do mundo e está sob risco de extinção. Em 1982, segundo o estudo, apenas 22 exemplares restavam. Após um intenso trabalho de recuperação, o número saltou para 400 animais no final de 2010 – ainda muito baixo para manter uma população estável.

Agora, o estudo apresentado por Myra Finkelstein, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, indica que, sem intervenção humana para tratar a contaminação, a espécie pode desaparecer em poucas décadas.

Os condores se alimentam de carcaças, da mesma maneira que urubus e abutres. Uma de suas principais fontes de alimentação são mamíferos de grande porte abatidos por caçadores, como os veados. Segundo a pesquisa, as aves se contaminam ao ingerir fragmentos das balas usadas na caça.

Os cientistas capturam regularmente condores-da-Califórnia para tratamento. Anualmente, uma em cada cinco aves encontradas precisa ser desintoxicada. Após o apoio veterinário, ela é devolvida ao meio ambiente.

Condor-da-Califórnia é uma das maiores aves do mundo. (Foto: Cortesia/Joe Burnett )

Condor-da-Califórnia é uma das maiores aves do mundo. (Foto: Cortesia/Joe Burnett )

O condor-da-Califórnia, ameaçado de extinção. (Foto: Cortesia/Daniel George)

O condor-da-Califórnia, ameaçado de extinção. (Foto: Cortesia/Daniel George)

Fonte: Globo Natureza


30 de dezembro de 2011 | nenhum comentário »

Guia mostra espécies impactadas por construção de usina no Rio Madeira

Companhia Santo Antônio Energia mostra animais resgatados em Rondônia.
Ao menos 350 espécies viviam em área afetada por hidrelétrica.

Um guia lançado neste mês apresenta informações sobre 222 espécies de animais que foram resgatadas nas áreas de floresta amazônica impactadas pela construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, nas proximidades de Porto Velho, emRondônia.

De acordo com a empresa Santo Antônio Energia, que vai operar o empreendimento com 3.150 MW de potência instalada e capacidade para abastecer 11 milhões de moradias, mais de 24 mil animais de 360 espécies foram resgatados por equipes de veterinários e biólogos nas proximidades do rio.

O trabalho fez parte do “Programa de Resgate da Fauna”, uma das compensações ambientais exigidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) para reduzir o impacto ambiental da construção e alagamento. Segundo a companhia, foram investidos R$ 568 milhões na compensação direta.

O livro, que será disponibilizado para escolas e pode ser conferido na internet,(http://www.santoantonioenergia.com.br/upload/portal_mesa/pt/home/guia_fauna_UHE_santo_antonio.pdf) funciona como um inventário da fauna existente na região de floresta amazônica em Rondônia.

Lagarto-jacareana (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Lagarto-jacareana (Crocodilurus amazonicus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

 

Perereca (Hypsiboas cinereascens) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Perereca (Hypsiboas cinereascens) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Um exemplar de Matá-Matá (Chelus fibriatus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Um exemplar filhote de Mata-Mata (Chelus fibriatus) (Foto: Divulgação/Juliano Tupan)

Fonte: Globo Natureza, São Paulo


14 de novembro de 2011 | nenhum comentário »

Especialista diz que peixe da espécie dourado está ameaçada em MS

Pesquisa revelou que esta espécie está com difculdades de reprodução.
Prefeitura de Corumbá quer proibir a pesca desse tipo de peixe.

Especialista afirma que espécie de peixe Dourado está ameaçado (Foto: Reprodução/TV Morena)

Especialista afirma que espécie de peixe Dourado está ameaçado (Foto: Reprodução/TV Morena)

Um estudo feito nos rios no entorno de Corumbá, cidade a 444 quilômetros de Campo Grande, mostrou que a sobrevivência da espécie de peixe popularmente conhecida como dourado está ameaçada. A pesquisa mostrou que esses peixes estão cada vez menores e não estão se desenvolvendo como deveriam.

A análise foi coordenada pelo especialista em biologia pesqueira Thomaz Liparelli e começou depois de um alerta feito pelos pescadores profissionais e empresas de turismo. Eles observaram que o tamanho dos dourados fisgados começou a diminuir.

“No caso do dourado especificamente, estamos observando a captura excessiva de indivíduos de pequeno porte”, disse Liparelli, “Sentimos a necessidade de que tenhamos o início ou a primeira atividade nesse sentido, de coibir a pesca predatória”.

Segundo ele, o tamanho dos peixes capturados dão um alerta, a espécie está com dificuldades para se reproduzir.

A prefeitura de Corumbá enviou para a Câmara de Vereadores da cidade um projeto de lei que proíbe a pesca desse tipo de peixe durante um período que podechegar a cinco anos. “A cada ciclo reprodutivo é possível visualizar o resultado. Esperamos que dentro de três ciclos ou em média quatro anos, tenhamos algum resultado satisfatório, principalmente em relação ao tamanho dos exemplares e a ocorrência da espécie em pontos que até então estavam desaparecidos”, diz o especialista.

O projeto vai seguir para análise dos vereadores. Se for aprovado, a partir do ano que vem a pesca extrativa do dourado ficará proibida nos rios de Corumbá. A lei só não terá efeito sobre os ribeirinhos.

No rio Paraguai só será permitida a pesca esportiva, aquela em que o peixe é fisgado com petrechos especiais e depois é devolvido, sem ferimentos, para o rio.

Fonte: G1, MS


24 de fevereiro de 2011 | nenhum comentário »

Pesquisa lista 25 espécies de tartaruga mais ameaçadas do mundo

Pesquisa realizada pela Wildlife Conservation Society (WCS) em parceria com a Turtle Survival Coalition listou as 25 espécies de tartaruga mais ameaçadas no mundo. A maior parte é pressionada por caça ilegal e perda de habitat natural, segundo o estudo.

O nível de ameaça a algumas espécies é tão alto que existem populações com menos de cinco indivíduos, como no caso das tartarugas gigantes yangtze, que têm apenas quatro exemplares ainda vivos na China, de acordo com o estudo.

Já a tartaruga gigante conhecida como “solitário George” vive no Parque Nacional de Galápagos, no Equador. O animal tem mais de 90 anos de idade, é o último representante de sua espécie e veterinários têm fracassado na tentativa de fazê-lo reproduzir com fêmeas de outra linhagem.

De acordo com o relatório, outras espécies de tartaruga também correrão perigo de extinção nas próximas décadas caso não sejam tomadas medidas rígidas de conservação da natureza.

Das 25 espécies mais ameaçadas atualmente, a pesquisa lista 17 da Ásia, 3 da América do Sul, 3 da África, uma da Austrália e outra que vive na América Central. Segundo a pesquisa, o motivo de a Ásia ter o maior número de espécies ameaçadas está relacionado à caça ilegal para alimentação, domesticação animal e produção de remédios de medicina tradicional.

Fonte: Ambiente Brasil

the green mile ipod