5 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Funcionários têm entrada proibida após ordem de fechar Center Norte

O Shopping Center Norte, na Zona Norte de São Paulo, permanecerá fechado nesta quarta-feira (5) devido a uma decisão da Justiça que cassou a liminar que permitia seu funcionamento. A Prefeitura de São Paulo, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), apresentou petição pedindo que o juiz reconsiderasse a decisão. O fechamento foi determinado pela administração municipal, que alega risco de explosão devido ao vazamento de gás metano do solo do terreno.

Nesta manhã, por volta das 6h30, havia apenas seguranças no shopping – eles informaram que foram orientados a não deixar ninguém entrar. Funcionários e lojistas foram até o local, mas tiveram que voltar para casa. Ainda não se sabe se técnicos da Prefeitura irão ao estabelecimento para interditá-lo.

Na noite desta terça-feira (4), após a decisão da 7ª Vara da Fazenda Pública, o shopping divulgou uma circular aos lojistas informando que não abriria nesta quarta. O shopping é o segundo mais movimentado da cidade, mas nas últimas semanas, com a polêmica, viu seus corredores ficarem bem mais vazios.

Na circular, o shopping disse que “é importante ressaltar que a decisão judicial não refere à existência de perigo iminente de explosão”. “O shopping continuará a tomar todas as medidas cabíveis para continuar com suas portas abertas e funcionando regularmente”, segundo o comunicado. O Carrefour que fica no mesmo complexo também ficará fechado.

Em nota divulgada à imprensa após a circular, o shopping disse que “concluirá, o mais rapidamente possível, as obras de implantação de todo o sistema de mitigação dos gases, com a instalação de dez drenos, um a mais que o exigido pelo Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público e a Cetesb”.

No dia 29, uma liminar garantiu a abertura do centro comercial, que deveria fechar no dia seguinte por determinação da Prefeitura, que alega risco de explosão. Segundo nota divulgada na segunda-feira (3) pela Prefeitura, o pedido de reconsideração foi feito ao juiz “em função da gravidade da contaminação ambiental e com base em item do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que permite expressamente a intervenção do município”.

O shopping, de acordo com a Cetesb, corre risco de explosão por causa do vazamento de gás metano, proveniente do lixo sobre o qual o estabelecimento foi construído. A Prefeitura determinou o fechamento do Center Norte até que fossem executadas obras para eliminar o risco de explosão.

O Shopping Center Norte diz que o gás metano está localizado abaixo do piso do prédio, “ou seja, na camada de terra abaixo do piso de concreto de até 70 cm, onde as condições para que ocorra uma explosão são remotas”. O Center Norte ressalta que, em 27 anos de existência, “jamais registrou qualquer incidente em suas instalações relativo a questões ambientais”.

Center Norte - arte (Foto: Arte/G1)
Fonte: Globo Natureza

22 de julho de 2011 | nenhum comentário »

Ibama retira os últimos cem animais silvestres do zoo de Niterói, no RJ

Técnicos do Ibama retiraram, na manhã desta quinta-feira (21), os últimos cem animais silvestres que ainda estavam no Zoológico de Niterói (Zoonit), na Região Metropolitana do Rio. A operação, iniciada às 7h, já estava praticamente concluída quando, às 10h18, um oficial de justiça chegou com uma ordem judicial para impedir a remoção dos animais.

“Claro que obedeceríamos a liminar concedida pela 3ª Vara Federal, mas quando ela chegou ao nosso conhecimento, a operação já estava praticamente concluída. Agora, nossos procuradores vão analisar o caso e decidir se esses animais deverão voltar ou não para o Zoonit”, segundo Lísia Vanacôr, chefe substituta Divisão de Proteção Ambiental.

Lísia informou ainda que entre os cem animais retirados nesta quinta-feira está um leão, que será levado de avião para o zoológico de Brasília, onde já está o leão Sansão enviado na última operação do Ibama, no dia 13 de julho.

Outros animais estão sendo levados para criadouros autorizados pelo Ibama, em Nova Friburgo e Teresópolis, na Região Serrana, e Guaratiba, na Zona Oeste, e para o centro de triagem do Ibama, em Seropédica, na Região Metropolitana do Rio.

“Só ficarão no Zoonit os animais domésticos. O zoológico não está fechado. Se for apresentado um novo projeto com recintos adequados para os animais, como vem sendo exigido do Zoonit desde 1989, os animais silvestres poderão voltar”, disse Lísia.

A operação desta quinta-feira contou com a participação de fiscais, analistas ambientais e veterinários do Ibama e teve o apoio de homens da Polícia Federal e do Batalhão Florestal e de Meio Ambiente (BPMA).

A presidente do Zoonit, Giselda Candiotto, disse que o Ibama passou por cima de uma decisão judicial e que ainda vai lutar na Justiça pelo retorno dos animais removidos.

Desde outubro de 2010, depois de observar a falta de condições dos recintos, o Ibama começou a fazer a transferência dos animais, que foram enviados para instituições no Rio, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, e em Brasília.

Fonte: G1 Globo.com


8 de março de 2011 | nenhum comentário »

Após 22 anos, Museu de Ciências Naturais da Amazônia fecha as portas

Inaugurado em 1988 em Manaus (AM), o Museu de Ciências Naturais da Amazônia está prestes a fechar as portais por conta de problemas financeiros e níveis baixos de visitação turística.

Com 93 espécies amazônicas de peixes e 380 insetos em exposição, mais o acervo técnico fechado para o turismo, o museu funcionará apenas até o dia 30 de março. Depois disso, permanece fechado provavelmente até a Copa do Mundo, em 2014, quando gestores do local pretendem ter a casa aberta novamente para visitação.

“Temos que fazer manutenção no acervo e para isso precisamos de caixa. Estamos há quatro anos operando no vermelho e vamos fechar por conta de problemas financeiros”, diz Kyosuke Hashimoto, administrador do museu que seu pai fundou há 22 anos.

Segundo ele, o fechamento é estratégico para tentar recuperar o museu até a Copa do Mundo, quando o fluxo turístico deve aumentar no país inteiro. Hashimoto explica que as visitas ao local caíram mais de 50% desde 2001. Hoje, 70% dos visitantes são estrangeiros. “Mas o nível atual de visitação não gera fluxo de dinheiro para fazer a manutenção necessária”, diz ele. “Nesse ritmo o museu estaria sucateado em 2014?.

hi-def quality the bridge on the river kwai download

Fonte: Globo Natureza






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

novembro 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

5 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Funcionários têm entrada proibida após ordem de fechar Center Norte

O Shopping Center Norte, na Zona Norte de São Paulo, permanecerá fechado nesta quarta-feira (5) devido a uma decisão da Justiça que cassou a liminar que permitia seu funcionamento. A Prefeitura de São Paulo, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), apresentou petição pedindo que o juiz reconsiderasse a decisão. O fechamento foi determinado pela administração municipal, que alega risco de explosão devido ao vazamento de gás metano do solo do terreno.

Nesta manhã, por volta das 6h30, havia apenas seguranças no shopping – eles informaram que foram orientados a não deixar ninguém entrar. Funcionários e lojistas foram até o local, mas tiveram que voltar para casa. Ainda não se sabe se técnicos da Prefeitura irão ao estabelecimento para interditá-lo.

Na noite desta terça-feira (4), após a decisão da 7ª Vara da Fazenda Pública, o shopping divulgou uma circular aos lojistas informando que não abriria nesta quarta. O shopping é o segundo mais movimentado da cidade, mas nas últimas semanas, com a polêmica, viu seus corredores ficarem bem mais vazios.

Na circular, o shopping disse que “é importante ressaltar que a decisão judicial não refere à existência de perigo iminente de explosão”. “O shopping continuará a tomar todas as medidas cabíveis para continuar com suas portas abertas e funcionando regularmente”, segundo o comunicado. O Carrefour que fica no mesmo complexo também ficará fechado.

Em nota divulgada à imprensa após a circular, o shopping disse que “concluirá, o mais rapidamente possível, as obras de implantação de todo o sistema de mitigação dos gases, com a instalação de dez drenos, um a mais que o exigido pelo Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público e a Cetesb”.

No dia 29, uma liminar garantiu a abertura do centro comercial, que deveria fechar no dia seguinte por determinação da Prefeitura, que alega risco de explosão. Segundo nota divulgada na segunda-feira (3) pela Prefeitura, o pedido de reconsideração foi feito ao juiz “em função da gravidade da contaminação ambiental e com base em item do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que permite expressamente a intervenção do município”.

O shopping, de acordo com a Cetesb, corre risco de explosão por causa do vazamento de gás metano, proveniente do lixo sobre o qual o estabelecimento foi construído. A Prefeitura determinou o fechamento do Center Norte até que fossem executadas obras para eliminar o risco de explosão.

O Shopping Center Norte diz que o gás metano está localizado abaixo do piso do prédio, “ou seja, na camada de terra abaixo do piso de concreto de até 70 cm, onde as condições para que ocorra uma explosão são remotas”. O Center Norte ressalta que, em 27 anos de existência, “jamais registrou qualquer incidente em suas instalações relativo a questões ambientais”.

Center Norte - arte (Foto: Arte/G1)
Fonte: Globo Natureza

22 de julho de 2011 | nenhum comentário »

Ibama retira os últimos cem animais silvestres do zoo de Niterói, no RJ

Técnicos do Ibama retiraram, na manhã desta quinta-feira (21), os últimos cem animais silvestres que ainda estavam no Zoológico de Niterói (Zoonit), na Região Metropolitana do Rio. A operação, iniciada às 7h, já estava praticamente concluída quando, às 10h18, um oficial de justiça chegou com uma ordem judicial para impedir a remoção dos animais.

“Claro que obedeceríamos a liminar concedida pela 3ª Vara Federal, mas quando ela chegou ao nosso conhecimento, a operação já estava praticamente concluída. Agora, nossos procuradores vão analisar o caso e decidir se esses animais deverão voltar ou não para o Zoonit”, segundo Lísia Vanacôr, chefe substituta Divisão de Proteção Ambiental.

Lísia informou ainda que entre os cem animais retirados nesta quinta-feira está um leão, que será levado de avião para o zoológico de Brasília, onde já está o leão Sansão enviado na última operação do Ibama, no dia 13 de julho.

Outros animais estão sendo levados para criadouros autorizados pelo Ibama, em Nova Friburgo e Teresópolis, na Região Serrana, e Guaratiba, na Zona Oeste, e para o centro de triagem do Ibama, em Seropédica, na Região Metropolitana do Rio.

“Só ficarão no Zoonit os animais domésticos. O zoológico não está fechado. Se for apresentado um novo projeto com recintos adequados para os animais, como vem sendo exigido do Zoonit desde 1989, os animais silvestres poderão voltar”, disse Lísia.

A operação desta quinta-feira contou com a participação de fiscais, analistas ambientais e veterinários do Ibama e teve o apoio de homens da Polícia Federal e do Batalhão Florestal e de Meio Ambiente (BPMA).

A presidente do Zoonit, Giselda Candiotto, disse que o Ibama passou por cima de uma decisão judicial e que ainda vai lutar na Justiça pelo retorno dos animais removidos.

Desde outubro de 2010, depois de observar a falta de condições dos recintos, o Ibama começou a fazer a transferência dos animais, que foram enviados para instituições no Rio, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, e em Brasília.

Fonte: G1 Globo.com


8 de março de 2011 | nenhum comentário »

Após 22 anos, Museu de Ciências Naturais da Amazônia fecha as portas

Inaugurado em 1988 em Manaus (AM), o Museu de Ciências Naturais da Amazônia está prestes a fechar as portais por conta de problemas financeiros e níveis baixos de visitação turística.

Com 93 espécies amazônicas de peixes e 380 insetos em exposição, mais o acervo técnico fechado para o turismo, o museu funcionará apenas até o dia 30 de março. Depois disso, permanece fechado provavelmente até a Copa do Mundo, em 2014, quando gestores do local pretendem ter a casa aberta novamente para visitação.

“Temos que fazer manutenção no acervo e para isso precisamos de caixa. Estamos há quatro anos operando no vermelho e vamos fechar por conta de problemas financeiros”, diz Kyosuke Hashimoto, administrador do museu que seu pai fundou há 22 anos.

Segundo ele, o fechamento é estratégico para tentar recuperar o museu até a Copa do Mundo, quando o fluxo turístico deve aumentar no país inteiro. Hashimoto explica que as visitas ao local caíram mais de 50% desde 2001. Hoje, 70% dos visitantes são estrangeiros. “Mas o nível atual de visitação não gera fluxo de dinheiro para fazer a manutenção necessária”, diz ele. “Nesse ritmo o museu estaria sucateado em 2014?.

hi-def quality the bridge on the river kwai download

Fonte: Globo Natureza