12 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

Refinaria argentina tem vazamento de 175 mil litros de petróleo no Peru

Pluspetrol explora gás e petróleo na América Latina e é a maior do Peru.
Empresa diz que vazamento decorreu de vandalismo; limpeza levará 1 mês.

Funcionários da empresa argentina Pluspetrol trabalham na limpeza do equivalente a cerca de 1,1 mil barris de petróleo na região amazônica de Loreto, no Peru. As imagens da véspera foram divulgadas nesta quinta (11). (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Funcionários da empresa argentina Pluspetrol trabalham na limpeza do equivalente a cerca de 1,1 mil barris de petróleo, equivalentes a 174.790 litros, na região amazônica de Loreto, no Peru. As imagens da véspera foram divulgadas nesta quinta (11). (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Um comunicado da Pluspetrol à imprensa afirmou que o vazamento foi causado por um duto de óleo que vazou após um ato de vandalismo. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Um comunicado da Pluspetrol à imprensa afirmou que o vazamento foi causado por um duto de óleo que vazou após um ato de vandalismo. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Estima-se que o processo de limpeza do óleo vazado demore cerca de um mês. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Estima-se que o processo de limpeza do óleo vazado demore cerca de um mês. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Fonte: Do G1 com Reuters


6 de julho de 2011 | nenhum comentário »

Pés de pererecas podem ajudar a desenvolver novo tipo de ‘band-aid’

Pererecas que vivem em árvores possuem pés grudentos que os ajudam a se manterem presos aos galhos. Apesar disso, seus pés nunca estão sujos, graças a um muco que, embora melequento, também é autolimpante. Por isso, cientistas estão estudando esses animais para desenvolver uma nova forma de curativo para machucados.

O segredo, segundo os pesquisadores da Universidade de Glasgow, na Escócia, não é apenas o muco, mas também o desenho da sola dos pés desses animais. Para gerar a substância, os sapos precisam friccionar o pé. E pequenas estruturas em formato hexagonal permitem exatamente isso: partes da pata se mantêm em contato com a superfície, mantendo a produção de muco adesivo constante.

A pesquisa foi apresentada durante a Conferência Anual da Sociedade de Biologia Experimental, em Glasgow.

Fonte: G1






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

julho 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

12 de agosto de 2011 | nenhum comentário »

Refinaria argentina tem vazamento de 175 mil litros de petróleo no Peru

Pluspetrol explora gás e petróleo na América Latina e é a maior do Peru.
Empresa diz que vazamento decorreu de vandalismo; limpeza levará 1 mês.

Funcionários da empresa argentina Pluspetrol trabalham na limpeza do equivalente a cerca de 1,1 mil barris de petróleo na região amazônica de Loreto, no Peru. As imagens da véspera foram divulgadas nesta quinta (11). (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Funcionários da empresa argentina Pluspetrol trabalham na limpeza do equivalente a cerca de 1,1 mil barris de petróleo, equivalentes a 174.790 litros, na região amazônica de Loreto, no Peru. As imagens da véspera foram divulgadas nesta quinta (11). (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Um comunicado da Pluspetrol à imprensa afirmou que o vazamento foi causado por um duto de óleo que vazou após um ato de vandalismo. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Um comunicado da Pluspetrol à imprensa afirmou que o vazamento foi causado por um duto de óleo que vazou após um ato de vandalismo. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Estima-se que o processo de limpeza do óleo vazado demore cerca de um mês. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Estima-se que o processo de limpeza do óleo vazado demore cerca de um mês. (Foto: Antonio Escalante/Reuters)

Fonte: Do G1 com Reuters


6 de julho de 2011 | nenhum comentário »

Pés de pererecas podem ajudar a desenvolver novo tipo de ‘band-aid’

Pererecas que vivem em árvores possuem pés grudentos que os ajudam a se manterem presos aos galhos. Apesar disso, seus pés nunca estão sujos, graças a um muco que, embora melequento, também é autolimpante. Por isso, cientistas estão estudando esses animais para desenvolver uma nova forma de curativo para machucados.

O segredo, segundo os pesquisadores da Universidade de Glasgow, na Escócia, não é apenas o muco, mas também o desenho da sola dos pés desses animais. Para gerar a substância, os sapos precisam friccionar o pé. E pequenas estruturas em formato hexagonal permitem exatamente isso: partes da pata se mantêm em contato com a superfície, mantendo a produção de muco adesivo constante.

A pesquisa foi apresentada durante a Conferência Anual da Sociedade de Biologia Experimental, em Glasgow.

Fonte: G1