9 de setembro de 2013 | nenhum comentário »

Dia do Médico Veterinário

 

 

 

 

Parabéns! Da equipe do IPEVS para todos os Médicos Veterinários!

Fonte: Ascom IPEVS


11 de setembro de 2012 | nenhum comentário »

9 de Setembro dia do Médico Veterinário

Ser Veterinário não é só cuidar de animais.
É, sobretudo, amá-los, não ficando
somente nos padrões de uma ciência médica.
Ser veterinário é acreditar na imortalidade
da natureza, é querer preservá-la sempre mais bela

Ser Veterinário é ouvir miados, mugidos,
balidos, relinchos, piados, sibilos e latidos mas,
principalmente, entendê-los e amenizá-los.
É gostar de terra molhada, de mato fechado,
de luas e chuvas.
Ser Veterinário é não se importar se os
animais pensam, mas sim, se sofrem.
É dedicar parte do seu ser à arte de
salvar vidas.
Ser Veterinário é aproximar-se de instintos.
É perder medos.
É ganhar amigos de pêlos, escamas e penas,
que jamais irão decepcioná-lo.
Ser Veterinário é ter ódio de gaiola,
jaula e corrente.
É perder um tempo enorme apreciando
rebanhos e vôos de gaivotas.
É permanecer descobrindo, através dos
animais a si mesmo.
Ser Veterinário é conviver lado a lado com
ensinamentos profundos, sobre amor e vida.

O IPEVS parabeniza todos os Médicos Veterinários pela dedicação a Vida dos Animais.

Fonte: Ascom IPEVS


7 de agosto de 2012 | nenhum comentário »

Comissão debate bem-estar da fauna selvagem

Membros da Comissão Nacional de Animais Selvagens - CNAS

Membros da Comissão Nacional de Animais Selvagens - CNAS Foto: CFMV

“Fomentar o bem-estar da fauna selvagem de vida livre e em cativeiro, fortalecendo a atuação do médico veterinário e do zootecnista nas áreas da conservação da produção de animais selvagens”. Foi com essa visão que, durante os dias 25 e 26 de julho, a Comissão Nacional de Animais Selvagens (CNAS), do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), esteve reunida, na sede do conselho, em Brasília, para discutir estratégias e ações futuras de atuação. A importância do responsável técnico para os animais selvagens, o combate ao tráfico de animais e a criação de comissões de animais selvagens nos conselhos regionais do país foram os principais temas discutidos na reunião.

A comissão apontou a falta de conscientização sobre a importância da atuação dos médicos veterinários e zootecnistas como um dos principais problemas na criação e comercialização de animais selvagens. “A presença dos médicos veterinários e zootecnistas é fundamental para garantir a qualidade de vida dos animais silvestres”, defendeu o presidente da CNSA, Rogério Ribas Lange, médico veterinário do Paraná.

Na avaliação dos integrantes da comissão, não é condenável ter animais selvagens em cativeiro, mas tudo deve ser feito dentro da legalidade. “É necessário esclarecer à sociedade que levar animais encontrados na natureza para casa é ilegal. As pessoas interessadas em criar bichos selvagens em seu domicílio devem procurar cativeiros de origem legal e atender às exigências para criação. Desta forma, elas ajudam na conservação da biodiversidade”, afirmam.

Ao final da reunião, a CNSA adiantou algumas ações necessárias para estimular a criação de comissões de animais selvagens em cada um dos conselhos regionais. “Pretendemos fomentar o reconhecimento e a valorização das classes médica veterinária e zootécnica em todos os estados. Além disso, vamos trabalhar para integrar os órgãos fiscalizadores na regulamentação do setor e atuar junto às universidades para melhorar a qualificação profissional”.

Fonte: CFMV


26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

CFMV ELABORA O GUIA BRASILEIRO DE BOAS PRÁTICAS PARA EUTANÁSIA EM ANIMAIS

Diante da necessidade de especificar, detalhadamente, os conceitos e procedimentos da eutanásia em animais, de forma a dar suporte consultivo aos interessados no tema, visto que várias são as espécies submetidas a estes procedimentos, o Conselho Federal de Medicina Veterinária elaborou o “Guia Brasileiro de Boas Práticas para Eutanásia em Animais”. O texto final já está disponível para consulta no Portal do CFMV.

 Esse é o primeiro guia brasileiro sobre o tema. Foi elaborado pela Comissão de Ética Bioética e Bem-Estar Animal (CEBEA/CFMV) e consultores de reconhecido saber na área, para colaborar com detalhamentos que possam orientar, de forma consistente, os Médicos Veterinários e todas as pessoas envolvidas no processo da eutanásia em animais. Para a redação desse documento, foi realizada uma ampla consulta na legislação nacional e internacional, bem como, na literatura científica, incluindo os guias já existentes, conhecidos como “guidelines for euthanasia”, utilizados mundialmente como embasamento científico para normatização do tema.
“Esse documento foi editado com objetivo orientador, principalmente para uniformizar os procedimentos, sempre observando a diversidade de espécies envolvidas e a multiplicidade de métodos aplicados”, comentou o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda. Ele enfatiza que a eutanásia de animais é um procedimento clínico que compete privativamente ao Médico Veterinário.
Recentemente, o CFMV também atualizou métodos e procedimentos existentes na legislação sobre a partir da Resolução no. 1000/2012. Essa foi uma segunda atualização do primeiro documento, editado em 2002 (Resolução no. 714), o qual instituiu normas reguladoras de procedimentos relativos à eutanásia em animais.
Fonte: Assessoria do CFMV

22 de junho de 2012 | nenhum comentário »

COMISSÃO DE ANIMAIS SELVAGENS DO CFMV SE REUNE PELA PRIMEIRA VEZ

Foto: CFMV

Os membros da Comissão de Animais Selvagens do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CNAS/CFMV) se reuniram pela primeira vez, de 13 a 15 de junho, na sede do CFMV em Brasília. Eles trabalharam principalmente no planejamento das ações da comissão para o período desta gestão, que finaliza em 2014. Dentre as atividades está a proposta de visitas regionais para divulgar a atuação do Médico Veterinário e do Zootecnista no tema “Animais Selvagens”.

“Queremos esclarecer aos profissionais e aos estudantes a responsabilidade técnica e a legislação sobre animais selvagens. Muitos desconhecem essas questões. Vamos também abordar a gravidade dos danos promovidos pelo tráfico de animais”, afirma Rogério Ribas Lange, presidente da CNAS.
Entre outras atividades, com a nova comissão, o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, espera ampliar a capacitação profissional para essa área da Medicina Veterinária. Também acredita que despertará o maior interesse dos profissionais para aspectos específicos dos animais selvagens.
A Comissão é presidida por Rogério Ribas Lange (CRMV-PR nº 0955) e tem como membros Albert Lang (CRMV-SC nº 1617), Isaac Manoel Barros Albuquerque (CRMV-AL nº 0479), João Luiz Rossi Junior (CRMV-SP nº 11607) e Mariângela da Costa Allgayer (CRMV-RS nº 6352).

Fonte: Assessoria de Comunicação CFMV

 


17 de maio de 2012 | nenhum comentário »

Conselho de veterinária cria novas regras para a eutanásia de animais

Resolução traz princípios éticos para conduzir a morte do animal.
Texto reforça a importância da presença de um veterinário no processo.

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) publicou nesta quinta-feira (17) uma nova resolução para regulamentar a eutanásia de animais. O texto, que traz uma série de princípios éticos para a prática, define eutanásia como a morte do animal “por meio de método tecnicamente aceitável e cientificamente comprovado”.

A resolução reforça a importância do médico veterinário para avaliar se a eutanásia é mesmo necessária e conduzir o processo dentro do regulamento.

A prática só será permitida se o animal estiver comprometido de forma irreversível, se os custos do tratamento forem incompatíveis com a atividade econômica que ele exerce, se ele fizer parte de alguma atividade científica previamente aprovada ou se representar algum risco ou à saúde pública ou ao meio ambiente.

O texto descreve como o veterinário deve proceder para matar diferentes tipos de animais, sejam eles silvestres, domesticados ou cobaias de laboratório. Em quase todos os casos, a orientação é de que o profissional aplique a anestesia geral antes de matar o animal.

Fonte: G1


7 de maio de 2012 | nenhum comentário »

Rafael Haddad representa IPEVS e CRMV no I Encontro de Ética , Bioética e Bem-Estar Animal em Bandeirantes.

No início do mês de maio ocorreu o I Encontro de Ética, Bioética e Bem-Estar Animal evento organizado pela APA – Associação Protetora dos Animais e Curso de Medicina Veterinária, evento realizado na UENP – Universidade Estadual do Norte do Paraná – Campus Bandeirantes.

No evento estiveram presentes palestrantes, Médicos Veterinários, que explanaram sobre ética, direitos e bem estar dos animais. O presidente do IPEVS e Médico Veterinário Rafael Haddad encerrou o ciclo de palestras com o tema Bem-Estar de Animais Silvestres em Cativeiro.

Na ocasião a Professora Dr ª Ana Paula M. E. S. Trad, coordenadora do evento, agradeceu a disponibilidade e o auxílio dispensado por Haddad e o CRMV.  Rafael Haddad esteve no evento também como representante do CRMV – PR Conselho Regional de Medicina Veterinária, sendo ele Delegado Regional do CRMV de Cornélio Procópio.

Rafael Haddad Médico Veterinário e presidente do IPEVS realiza palestra de Bem estar de animais silvestres em cativeiro. Foto: IPEVS

 

 

a Professora Dr ª Ana Paula M. E. S. Trad, coordenadora do evento agradeceu a presença de Rafael Haddad, que na ocasião representou o IPEVS e CRMV. Foto: IPEVS

 

Fonte: Ascom IPEVS


24 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Leoas recebem cuidados médicos em zoológico da França

Equipe veterinária realizou exames para garantir saúde dos animais.
Eles serão transferidos para Dublin, na Irlanda, em março.

Veterinários do zoológico de Mulhouse, na França, realizam exames médicos em uma leoa nesta quinta-feira (24). (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Veterinários do zoológico de Mulhouse, na França, realizam exames médicos em uma leoa nesta quinta-feira (24). Outra fêmea também recebeu cuidadaos. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Os exames foram realizados porque as duas leoas do zoológico francês serão transferidas para Dublin no final de março. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Os exames foram realizados porque as duas leoas do zoológico francês serão transferidas para Dublin no final de março. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

 

Fonte: AFP


26 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Girafa recebe tratamento de ‘pedicure’ na Escócia

Cascos do animal estavam grandes demais e precisavam ser aparados.

Funcionários de um parque natural na Escócia submeteram uma girafa a um serviço de ‘pedicure’ após perceber que seus cascos estavam grandes demais.

A girafa Sophie poderia desenvolver problemas nos tornozelos se seus casos não fossem aparados.

A equipe do parque Blair Drummond Safari and Adventure Park, localizado a uma hora de carro de Edimburgo, notou que os cascos da girafa de 17 anos precisavam ser aparados logo que ela chegou do zoológico de Dudley, na região inglesa de West Midlands, no ano passado.

Eles achavam que os cascos poderiam se desgastar naturalmente com o animal galopando sobre o terreno duro do parque. Mas ao observar que isso não ocorreu, decidiram pela operação de ‘pedicure’.

A equipe de veterinários sedou a girafa e utilizou um alicate de tamanho grande para cortar pedaços dos cascos.

A operação durou uma hora e meia na terça-feira.

Após o efeito dos sedativos, Sophie despertou e se pôs a correr, segundo os funcionários do zoo, mais rápido do que antes.

Ela é uma das quatro girafas do parque escocês, que também tem rinocerontes, zebras, elefante e chimpanzés.

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Fonte: Da BBC


14 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

IPEVS realiza atendimento de aves apreendidas no Norte do Paraná

A Polícia Rodoviária Estadual de Bandeirantes, realizou dia 27/09, uma abordagem a um veículo de Querência do Norte / PR, conduzido por Marcelo Ribeiro Brito, de 37 anos.   No veículo foram encontrados 90 pássaros silvestres da espécie papagaio, escondidos em caixas de papelão.

Os policias efetuaram a prisão do acusado e acionaram o IAP (Instituto Ambiental do Paraná), escritório Cornélio Procópio para resgatar os animais.

Em depoimento Marcelo afirmou que as aves seriam levadas para Santos no litoral do Estado de São Paulo e que também receberia o valor de mil e quinhentos reais para o transporte. O mesmo foi preso em flagrante e liberado logo em seguida após efetuar o pagamento de fiança. Foi autuado por  tráfico de animais e multado pelo órgão competente em noventa mil reais.

De acordo com o IAP, as aves serão posteriormente encaminhadas para o CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) na cidade de Tijuca do Sul, área de responsabilidade da Universidade Católica de Curitiba.

Aves apreendidas pela Polícia Rodoviária Estadual de Bandeirantes. (Foto: IPEVS)

 

O IPEVS, que atua como parceiro do IAP, esteve na sede do escritório regional de Cornélio Procópio após apreensão de 90 papagaios realizada pela Polícia Estadual de Bandeirantes na última terça-feira (27/09).

As aves apresentavam diferentes estágios de crescimento e encontravam-se amontoados em caixas de papelão em péssimas condições e sem receber alimentação.

Aves apresentavam diferentes estágios de crescimento. (Foto: IPEVS)

A equipe do IPEVS foi chamada no local para identificação, atendimento e alimentação das aves. Segundo Rafael Haddad, as aves são conhecidas como Papagaios verdadeiros (Amazona aestiva), e a identificação é possível apenas a partir dos animais que apresentam plumagem formada. A espécie tem ocorrência em nossa região, mas há vários anos não são mais avistados bandos desta espécie por aqui.

 

As aves são conhecidas como Papagaios verdadeiros (Amazona aestiva), e a identificação é possível apenas a partir dos animais que apresentam plumagem formada. (Foto: IPEVS)

 

Durante os exames clínicos Haddad relatou que os animais demonstravam-se desidratados, fracos e famintos, alguns apresentavam escoriações no corpo e má formação dos canhões de pena. Em laudo emitido pelo médico veterinário, Rafael ressalta as condições de transporte precárias, e que a distância percorrida informada pelo infrator comprova que os animais foram mantidos por várias horas dentro do porta-malas do veículo sob o calor provocado pelo sol intenso (condição climática apresentada durante todo o dia), fato este que agravou a condição dos filhotes.

Alguns animais apresentavam escoriações no corpo e má formação dos canhões de pena. (Foto IPEVS)

 

Parte das aves será encaminhada para o CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) em Tijuca do Sul – PR, e o restante continuará na Mata São Francisco, local onde os animais foram encaminhados após apreensão, recebendo atendimento e tratamento adequado pelo IPEVS e IAP para fazerem parte de um programa de reintrodução local.

 

Fonte: Ascom IPEVS

 






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

setembro 2018
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

9 de setembro de 2013 | nenhum comentário »

Dia do Médico Veterinário

 

 

 

 

Parabéns! Da equipe do IPEVS para todos os Médicos Veterinários!

Fonte: Ascom IPEVS


11 de setembro de 2012 | nenhum comentário »

9 de Setembro dia do Médico Veterinário

Ser Veterinário não é só cuidar de animais.
É, sobretudo, amá-los, não ficando
somente nos padrões de uma ciência médica.
Ser veterinário é acreditar na imortalidade
da natureza, é querer preservá-la sempre mais bela

Ser Veterinário é ouvir miados, mugidos,
balidos, relinchos, piados, sibilos e latidos mas,
principalmente, entendê-los e amenizá-los.
É gostar de terra molhada, de mato fechado,
de luas e chuvas.
Ser Veterinário é não se importar se os
animais pensam, mas sim, se sofrem.
É dedicar parte do seu ser à arte de
salvar vidas.
Ser Veterinário é aproximar-se de instintos.
É perder medos.
É ganhar amigos de pêlos, escamas e penas,
que jamais irão decepcioná-lo.
Ser Veterinário é ter ódio de gaiola,
jaula e corrente.
É perder um tempo enorme apreciando
rebanhos e vôos de gaivotas.
É permanecer descobrindo, através dos
animais a si mesmo.
Ser Veterinário é conviver lado a lado com
ensinamentos profundos, sobre amor e vida.

O IPEVS parabeniza todos os Médicos Veterinários pela dedicação a Vida dos Animais.

Fonte: Ascom IPEVS


7 de agosto de 2012 | nenhum comentário »

Comissão debate bem-estar da fauna selvagem

Membros da Comissão Nacional de Animais Selvagens - CNAS

Membros da Comissão Nacional de Animais Selvagens - CNAS Foto: CFMV

“Fomentar o bem-estar da fauna selvagem de vida livre e em cativeiro, fortalecendo a atuação do médico veterinário e do zootecnista nas áreas da conservação da produção de animais selvagens”. Foi com essa visão que, durante os dias 25 e 26 de julho, a Comissão Nacional de Animais Selvagens (CNAS), do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), esteve reunida, na sede do conselho, em Brasília, para discutir estratégias e ações futuras de atuação. A importância do responsável técnico para os animais selvagens, o combate ao tráfico de animais e a criação de comissões de animais selvagens nos conselhos regionais do país foram os principais temas discutidos na reunião.

A comissão apontou a falta de conscientização sobre a importância da atuação dos médicos veterinários e zootecnistas como um dos principais problemas na criação e comercialização de animais selvagens. “A presença dos médicos veterinários e zootecnistas é fundamental para garantir a qualidade de vida dos animais silvestres”, defendeu o presidente da CNSA, Rogério Ribas Lange, médico veterinário do Paraná.

Na avaliação dos integrantes da comissão, não é condenável ter animais selvagens em cativeiro, mas tudo deve ser feito dentro da legalidade. “É necessário esclarecer à sociedade que levar animais encontrados na natureza para casa é ilegal. As pessoas interessadas em criar bichos selvagens em seu domicílio devem procurar cativeiros de origem legal e atender às exigências para criação. Desta forma, elas ajudam na conservação da biodiversidade”, afirmam.

Ao final da reunião, a CNSA adiantou algumas ações necessárias para estimular a criação de comissões de animais selvagens em cada um dos conselhos regionais. “Pretendemos fomentar o reconhecimento e a valorização das classes médica veterinária e zootécnica em todos os estados. Além disso, vamos trabalhar para integrar os órgãos fiscalizadores na regulamentação do setor e atuar junto às universidades para melhorar a qualificação profissional”.

Fonte: CFMV


26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

CFMV ELABORA O GUIA BRASILEIRO DE BOAS PRÁTICAS PARA EUTANÁSIA EM ANIMAIS

Diante da necessidade de especificar, detalhadamente, os conceitos e procedimentos da eutanásia em animais, de forma a dar suporte consultivo aos interessados no tema, visto que várias são as espécies submetidas a estes procedimentos, o Conselho Federal de Medicina Veterinária elaborou o “Guia Brasileiro de Boas Práticas para Eutanásia em Animais”. O texto final já está disponível para consulta no Portal do CFMV.

 Esse é o primeiro guia brasileiro sobre o tema. Foi elaborado pela Comissão de Ética Bioética e Bem-Estar Animal (CEBEA/CFMV) e consultores de reconhecido saber na área, para colaborar com detalhamentos que possam orientar, de forma consistente, os Médicos Veterinários e todas as pessoas envolvidas no processo da eutanásia em animais. Para a redação desse documento, foi realizada uma ampla consulta na legislação nacional e internacional, bem como, na literatura científica, incluindo os guias já existentes, conhecidos como “guidelines for euthanasia”, utilizados mundialmente como embasamento científico para normatização do tema.
“Esse documento foi editado com objetivo orientador, principalmente para uniformizar os procedimentos, sempre observando a diversidade de espécies envolvidas e a multiplicidade de métodos aplicados”, comentou o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda. Ele enfatiza que a eutanásia de animais é um procedimento clínico que compete privativamente ao Médico Veterinário.
Recentemente, o CFMV também atualizou métodos e procedimentos existentes na legislação sobre a partir da Resolução no. 1000/2012. Essa foi uma segunda atualização do primeiro documento, editado em 2002 (Resolução no. 714), o qual instituiu normas reguladoras de procedimentos relativos à eutanásia em animais.
Fonte: Assessoria do CFMV

22 de junho de 2012 | nenhum comentário »

COMISSÃO DE ANIMAIS SELVAGENS DO CFMV SE REUNE PELA PRIMEIRA VEZ

Foto: CFMV

Os membros da Comissão de Animais Selvagens do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CNAS/CFMV) se reuniram pela primeira vez, de 13 a 15 de junho, na sede do CFMV em Brasília. Eles trabalharam principalmente no planejamento das ações da comissão para o período desta gestão, que finaliza em 2014. Dentre as atividades está a proposta de visitas regionais para divulgar a atuação do Médico Veterinário e do Zootecnista no tema “Animais Selvagens”.

“Queremos esclarecer aos profissionais e aos estudantes a responsabilidade técnica e a legislação sobre animais selvagens. Muitos desconhecem essas questões. Vamos também abordar a gravidade dos danos promovidos pelo tráfico de animais”, afirma Rogério Ribas Lange, presidente da CNAS.
Entre outras atividades, com a nova comissão, o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, espera ampliar a capacitação profissional para essa área da Medicina Veterinária. Também acredita que despertará o maior interesse dos profissionais para aspectos específicos dos animais selvagens.
A Comissão é presidida por Rogério Ribas Lange (CRMV-PR nº 0955) e tem como membros Albert Lang (CRMV-SC nº 1617), Isaac Manoel Barros Albuquerque (CRMV-AL nº 0479), João Luiz Rossi Junior (CRMV-SP nº 11607) e Mariângela da Costa Allgayer (CRMV-RS nº 6352).

Fonte: Assessoria de Comunicação CFMV

 


17 de maio de 2012 | nenhum comentário »

Conselho de veterinária cria novas regras para a eutanásia de animais

Resolução traz princípios éticos para conduzir a morte do animal.
Texto reforça a importância da presença de um veterinário no processo.

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) publicou nesta quinta-feira (17) uma nova resolução para regulamentar a eutanásia de animais. O texto, que traz uma série de princípios éticos para a prática, define eutanásia como a morte do animal “por meio de método tecnicamente aceitável e cientificamente comprovado”.

A resolução reforça a importância do médico veterinário para avaliar se a eutanásia é mesmo necessária e conduzir o processo dentro do regulamento.

A prática só será permitida se o animal estiver comprometido de forma irreversível, se os custos do tratamento forem incompatíveis com a atividade econômica que ele exerce, se ele fizer parte de alguma atividade científica previamente aprovada ou se representar algum risco ou à saúde pública ou ao meio ambiente.

O texto descreve como o veterinário deve proceder para matar diferentes tipos de animais, sejam eles silvestres, domesticados ou cobaias de laboratório. Em quase todos os casos, a orientação é de que o profissional aplique a anestesia geral antes de matar o animal.

Fonte: G1


7 de maio de 2012 | nenhum comentário »

Rafael Haddad representa IPEVS e CRMV no I Encontro de Ética , Bioética e Bem-Estar Animal em Bandeirantes.

No início do mês de maio ocorreu o I Encontro de Ética, Bioética e Bem-Estar Animal evento organizado pela APA – Associação Protetora dos Animais e Curso de Medicina Veterinária, evento realizado na UENP – Universidade Estadual do Norte do Paraná – Campus Bandeirantes.

No evento estiveram presentes palestrantes, Médicos Veterinários, que explanaram sobre ética, direitos e bem estar dos animais. O presidente do IPEVS e Médico Veterinário Rafael Haddad encerrou o ciclo de palestras com o tema Bem-Estar de Animais Silvestres em Cativeiro.

Na ocasião a Professora Dr ª Ana Paula M. E. S. Trad, coordenadora do evento, agradeceu a disponibilidade e o auxílio dispensado por Haddad e o CRMV.  Rafael Haddad esteve no evento também como representante do CRMV – PR Conselho Regional de Medicina Veterinária, sendo ele Delegado Regional do CRMV de Cornélio Procópio.

Rafael Haddad Médico Veterinário e presidente do IPEVS realiza palestra de Bem estar de animais silvestres em cativeiro. Foto: IPEVS

 

 

a Professora Dr ª Ana Paula M. E. S. Trad, coordenadora do evento agradeceu a presença de Rafael Haddad, que na ocasião representou o IPEVS e CRMV. Foto: IPEVS

 

Fonte: Ascom IPEVS


24 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Leoas recebem cuidados médicos em zoológico da França

Equipe veterinária realizou exames para garantir saúde dos animais.
Eles serão transferidos para Dublin, na Irlanda, em março.

Veterinários do zoológico de Mulhouse, na França, realizam exames médicos em uma leoa nesta quinta-feira (24). (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Veterinários do zoológico de Mulhouse, na França, realizam exames médicos em uma leoa nesta quinta-feira (24). Outra fêmea também recebeu cuidadaos. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Os exames foram realizados porque as duas leoas do zoológico francês serão transferidas para Dublin no final de março. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

Os exames foram realizados porque as duas leoas do zoológico francês serão transferidas para Dublin no final de março. (Foto: AFP Photo / Sebastien Bozon)

 

Fonte: AFP


26 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

Girafa recebe tratamento de ‘pedicure’ na Escócia

Cascos do animal estavam grandes demais e precisavam ser aparados.

Funcionários de um parque natural na Escócia submeteram uma girafa a um serviço de ‘pedicure’ após perceber que seus cascos estavam grandes demais.

A girafa Sophie poderia desenvolver problemas nos tornozelos se seus casos não fossem aparados.

A equipe do parque Blair Drummond Safari and Adventure Park, localizado a uma hora de carro de Edimburgo, notou que os cascos da girafa de 17 anos precisavam ser aparados logo que ela chegou do zoológico de Dudley, na região inglesa de West Midlands, no ano passado.

Eles achavam que os cascos poderiam se desgastar naturalmente com o animal galopando sobre o terreno duro do parque. Mas ao observar que isso não ocorreu, decidiram pela operação de ‘pedicure’.

A equipe de veterinários sedou a girafa e utilizou um alicate de tamanho grande para cortar pedaços dos cascos.

A operação durou uma hora e meia na terça-feira.

Após o efeito dos sedativos, Sophie despertou e se pôs a correr, segundo os funcionários do zoo, mais rápido do que antes.

Ela é uma das quatro girafas do parque escocês, que também tem rinocerontes, zebras, elefante e chimpanzés.

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Girafa recebe tratamento de 'pedicure' na Escócia (Foto: BBC)

Fonte: Da BBC


14 de outubro de 2011 | nenhum comentário »

IPEVS realiza atendimento de aves apreendidas no Norte do Paraná

A Polícia Rodoviária Estadual de Bandeirantes, realizou dia 27/09, uma abordagem a um veículo de Querência do Norte / PR, conduzido por Marcelo Ribeiro Brito, de 37 anos.   No veículo foram encontrados 90 pássaros silvestres da espécie papagaio, escondidos em caixas de papelão.

Os policias efetuaram a prisão do acusado e acionaram o IAP (Instituto Ambiental do Paraná), escritório Cornélio Procópio para resgatar os animais.

Em depoimento Marcelo afirmou que as aves seriam levadas para Santos no litoral do Estado de São Paulo e que também receberia o valor de mil e quinhentos reais para o transporte. O mesmo foi preso em flagrante e liberado logo em seguida após efetuar o pagamento de fiança. Foi autuado por  tráfico de animais e multado pelo órgão competente em noventa mil reais.

De acordo com o IAP, as aves serão posteriormente encaminhadas para o CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) na cidade de Tijuca do Sul, área de responsabilidade da Universidade Católica de Curitiba.

Aves apreendidas pela Polícia Rodoviária Estadual de Bandeirantes. (Foto: IPEVS)

 

O IPEVS, que atua como parceiro do IAP, esteve na sede do escritório regional de Cornélio Procópio após apreensão de 90 papagaios realizada pela Polícia Estadual de Bandeirantes na última terça-feira (27/09).

As aves apresentavam diferentes estágios de crescimento e encontravam-se amontoados em caixas de papelão em péssimas condições e sem receber alimentação.

Aves apresentavam diferentes estágios de crescimento. (Foto: IPEVS)

A equipe do IPEVS foi chamada no local para identificação, atendimento e alimentação das aves. Segundo Rafael Haddad, as aves são conhecidas como Papagaios verdadeiros (Amazona aestiva), e a identificação é possível apenas a partir dos animais que apresentam plumagem formada. A espécie tem ocorrência em nossa região, mas há vários anos não são mais avistados bandos desta espécie por aqui.

 

As aves são conhecidas como Papagaios verdadeiros (Amazona aestiva), e a identificação é possível apenas a partir dos animais que apresentam plumagem formada. (Foto: IPEVS)

 

Durante os exames clínicos Haddad relatou que os animais demonstravam-se desidratados, fracos e famintos, alguns apresentavam escoriações no corpo e má formação dos canhões de pena. Em laudo emitido pelo médico veterinário, Rafael ressalta as condições de transporte precárias, e que a distância percorrida informada pelo infrator comprova que os animais foram mantidos por várias horas dentro do porta-malas do veículo sob o calor provocado pelo sol intenso (condição climática apresentada durante todo o dia), fato este que agravou a condição dos filhotes.

Alguns animais apresentavam escoriações no corpo e má formação dos canhões de pena. (Foto IPEVS)

 

Parte das aves será encaminhada para o CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) em Tijuca do Sul – PR, e o restante continuará na Mata São Francisco, local onde os animais foram encaminhados após apreensão, recebendo atendimento e tratamento adequado pelo IPEVS e IAP para fazerem parte de um programa de reintrodução local.

 

Fonte: Ascom IPEVS