26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

CFMV ELABORA O GUIA BRASILEIRO DE BOAS PRÁTICAS PARA EUTANÁSIA EM ANIMAIS

Diante da necessidade de especificar, detalhadamente, os conceitos e procedimentos da eutanásia em animais, de forma a dar suporte consultivo aos interessados no tema, visto que várias são as espécies submetidas a estes procedimentos, o Conselho Federal de Medicina Veterinária elaborou o “Guia Brasileiro de Boas Práticas para Eutanásia em Animais”. O texto final já está disponível para consulta no Portal do CFMV.

 Esse é o primeiro guia brasileiro sobre o tema. Foi elaborado pela Comissão de Ética Bioética e Bem-Estar Animal (CEBEA/CFMV) e consultores de reconhecido saber na área, para colaborar com detalhamentos que possam orientar, de forma consistente, os Médicos Veterinários e todas as pessoas envolvidas no processo da eutanásia em animais. Para a redação desse documento, foi realizada uma ampla consulta na legislação nacional e internacional, bem como, na literatura científica, incluindo os guias já existentes, conhecidos como “guidelines for euthanasia”, utilizados mundialmente como embasamento científico para normatização do tema.
“Esse documento foi editado com objetivo orientador, principalmente para uniformizar os procedimentos, sempre observando a diversidade de espécies envolvidas e a multiplicidade de métodos aplicados”, comentou o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda. Ele enfatiza que a eutanásia de animais é um procedimento clínico que compete privativamente ao Médico Veterinário.
Recentemente, o CFMV também atualizou métodos e procedimentos existentes na legislação sobre a partir da Resolução no. 1000/2012. Essa foi uma segunda atualização do primeiro documento, editado em 2002 (Resolução no. 714), o qual instituiu normas reguladoras de procedimentos relativos à eutanásia em animais.
Fonte: Assessoria do CFMV

23 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Ursos são presos em fazenda chinesa para a retirada da bile

Imagens divulgadas nesta quarta-feira mostram um grupo de ursos negros preso em uma fazenda de Hui’an, no sudoeste da China. Os animais são mantidos em cativeiro para a coleta da bile pela empresa Guizhentang, uma tradicional companhia de medicamentos chinesa.

A bile do urso é muito usada pela milenar medicina chinesa para tratar de problemas no fígado, infecções nos olhos, febre e outros sintomas, embora sua eficácia seja contestada. Ativistas criticam o procedimento, que segundo eles é extremamente doloroso para os animais.

Diversas entidades ligadas à proteção dos ursos trabalham para o fechamento das fazendas, que mantém os animais em pequenas jaulas improvisadas. O material coletado tem grande demanda na China, no Japão e na Coreia, mas atualmente, segundo ativistas, já existem substitutos naturais e sintéticos.

Imagens mostram uma fazenda na China onde os ursos são mantidos em cativeiro para a retirada da bile. Foto: AFP

Imagens mostram uma fazenda na China onde os ursos são mantidos em cativeiro para a retirada da bile Foto: AFP

Com informações das agências AFP e AP.


1 de novembro de 2011 | nenhum comentário »

Cirurgia retira pedras da barriga de raro kiwi branco

Ave, que é símbolo da Nova Zelândia, se recupera em hospital.

O rato branco de apenas seis meses sobreviveu a operações para tirar pedras na barriga. (Foto: Getty Images / via BBC)

O raro kiwi branco de apenas seis meses sobreviveu a operações para tirar pedras na barriga. (Foto: Getty Images / via BBC)

Um raro kiwi branco de apenas seis meses de idade sobreviveu a operações para retirar pedras de sua barriga, na Nova Zelândia.

Cerca de uma semana atrás, funcionários do Centro de Vida Selvagem Pukaha Mount Bruce notaram que Manukura não estava se alimentando.

Um exame de raio-x revelou que duas pedras grandes estavam obstruindo o sistema digestivo da ave.

Em duas cirurgias diferentes, veterinários no hospital de Wellington usaram raio laser para quebrar as pedras e as retiraram da barriga de Manukura usando endoscopia.

Cativeiro
Funcionários disseram que houve um momento tenso durante os procedimentos, quando o coração do pequeno kiwi passou a bater mais devagar, mas Manukura sobreviveu e está se recuperando isolado dos outros animais.

Kiwis são a ave-símbolo da Nova Zelândia e, como outras aves, podem engolir pedras para ajudar em sua digestão.

Segundo os especialistas, no entanto, Manukura escolheu pedras grandes demais.

O filhote é um de 13 kiwis a nascer em cativeiro no centro de Pukaha Mount Bruce este ano.

A direção do local acredita que ele seja o primeiro kiwi branco a nascer em cativeiro no mundo.

O nome Manukura – que quer dizer aquele de status importante – foi escolhido pela comunidade indígena local Rangitane o Wairarapa. Os idosos do grupo veem a ave como um sinal de um “novo começo”.

Fonte: BBC






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

janeiro 2022
S T Q Q S S D
« mar    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

26 de junho de 2012 | nenhum comentário »

CFMV ELABORA O GUIA BRASILEIRO DE BOAS PRÁTICAS PARA EUTANÁSIA EM ANIMAIS

Diante da necessidade de especificar, detalhadamente, os conceitos e procedimentos da eutanásia em animais, de forma a dar suporte consultivo aos interessados no tema, visto que várias são as espécies submetidas a estes procedimentos, o Conselho Federal de Medicina Veterinária elaborou o “Guia Brasileiro de Boas Práticas para Eutanásia em Animais”. O texto final já está disponível para consulta no Portal do CFMV.

 Esse é o primeiro guia brasileiro sobre o tema. Foi elaborado pela Comissão de Ética Bioética e Bem-Estar Animal (CEBEA/CFMV) e consultores de reconhecido saber na área, para colaborar com detalhamentos que possam orientar, de forma consistente, os Médicos Veterinários e todas as pessoas envolvidas no processo da eutanásia em animais. Para a redação desse documento, foi realizada uma ampla consulta na legislação nacional e internacional, bem como, na literatura científica, incluindo os guias já existentes, conhecidos como “guidelines for euthanasia”, utilizados mundialmente como embasamento científico para normatização do tema.
“Esse documento foi editado com objetivo orientador, principalmente para uniformizar os procedimentos, sempre observando a diversidade de espécies envolvidas e a multiplicidade de métodos aplicados”, comentou o Presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda. Ele enfatiza que a eutanásia de animais é um procedimento clínico que compete privativamente ao Médico Veterinário.
Recentemente, o CFMV também atualizou métodos e procedimentos existentes na legislação sobre a partir da Resolução no. 1000/2012. Essa foi uma segunda atualização do primeiro documento, editado em 2002 (Resolução no. 714), o qual instituiu normas reguladoras de procedimentos relativos à eutanásia em animais.
Fonte: Assessoria do CFMV

23 de fevereiro de 2012 | nenhum comentário »

Ursos são presos em fazenda chinesa para a retirada da bile

Imagens divulgadas nesta quarta-feira mostram um grupo de ursos negros preso em uma fazenda de Hui’an, no sudoeste da China. Os animais são mantidos em cativeiro para a coleta da bile pela empresa Guizhentang, uma tradicional companhia de medicamentos chinesa.

A bile do urso é muito usada pela milenar medicina chinesa para tratar de problemas no fígado, infecções nos olhos, febre e outros sintomas, embora sua eficácia seja contestada. Ativistas criticam o procedimento, que segundo eles é extremamente doloroso para os animais.

Diversas entidades ligadas à proteção dos ursos trabalham para o fechamento das fazendas, que mantém os animais em pequenas jaulas improvisadas. O material coletado tem grande demanda na China, no Japão e na Coreia, mas atualmente, segundo ativistas, já existem substitutos naturais e sintéticos.

Imagens mostram uma fazenda na China onde os ursos são mantidos em cativeiro para a retirada da bile. Foto: AFP

Imagens mostram uma fazenda na China onde os ursos são mantidos em cativeiro para a retirada da bile Foto: AFP

Com informações das agências AFP e AP.


1 de novembro de 2011 | nenhum comentário »

Cirurgia retira pedras da barriga de raro kiwi branco

Ave, que é símbolo da Nova Zelândia, se recupera em hospital.

O rato branco de apenas seis meses sobreviveu a operações para tirar pedras na barriga. (Foto: Getty Images / via BBC)

O raro kiwi branco de apenas seis meses sobreviveu a operações para tirar pedras na barriga. (Foto: Getty Images / via BBC)

Um raro kiwi branco de apenas seis meses de idade sobreviveu a operações para retirar pedras de sua barriga, na Nova Zelândia.

Cerca de uma semana atrás, funcionários do Centro de Vida Selvagem Pukaha Mount Bruce notaram que Manukura não estava se alimentando.

Um exame de raio-x revelou que duas pedras grandes estavam obstruindo o sistema digestivo da ave.

Em duas cirurgias diferentes, veterinários no hospital de Wellington usaram raio laser para quebrar as pedras e as retiraram da barriga de Manukura usando endoscopia.

Cativeiro
Funcionários disseram que houve um momento tenso durante os procedimentos, quando o coração do pequeno kiwi passou a bater mais devagar, mas Manukura sobreviveu e está se recuperando isolado dos outros animais.

Kiwis são a ave-símbolo da Nova Zelândia e, como outras aves, podem engolir pedras para ajudar em sua digestão.

Segundo os especialistas, no entanto, Manukura escolheu pedras grandes demais.

O filhote é um de 13 kiwis a nascer em cativeiro no centro de Pukaha Mount Bruce este ano.

A direção do local acredita que ele seja o primeiro kiwi branco a nascer em cativeiro no mundo.

O nome Manukura – que quer dizer aquele de status importante – foi escolhido pela comunidade indígena local Rangitane o Wairarapa. Os idosos do grupo veem a ave como um sinal de um “novo começo”.

Fonte: BBC