18 de janeiro de 2012 | nenhum comentário »

No sertão de PE, 265 mil alevinos repovoam águas do Velho Chico

O projeto Bebedouro faz quatro ações de repovoamento de alevinos por ano no Rio São Francisco. O Centro de Desenvolvimento de Alevinos fica na zona rural de Petrolina, Pernambuco. São 30 incubadoras usadas durante o processo de ovulação, nascimento e desenvolvimento dos animais.

Em menos de duas semanas de nascidos, os alevinos chegam a alcançar 10 centímetros de comprimento e são transferidos para tanques de concreto. A alimentação é reforçada e fica mais rica em proteína.

Com um mês de vida, os filhotes são retirados dos tanques para serem soltos no rio. O trabalho exige a atenção dos engenheiros que colocam uma tela na saída de água para proteger os bichos. Com uma outra rede eles são retirados e colocados em um balde.

Os pescadores da região também ajudam no trabalho em favor do meio ambiente, pensando no futuro dos ribeirinhos que estão por vir. 

Fonte: G1






Categorias

Tópicos recentes

Meta

 

setembro 2019
S T Q Q S S D
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

18 de janeiro de 2012 | nenhum comentário »

No sertão de PE, 265 mil alevinos repovoam águas do Velho Chico

O projeto Bebedouro faz quatro ações de repovoamento de alevinos por ano no Rio São Francisco. O Centro de Desenvolvimento de Alevinos fica na zona rural de Petrolina, Pernambuco. São 30 incubadoras usadas durante o processo de ovulação, nascimento e desenvolvimento dos animais.

Em menos de duas semanas de nascidos, os alevinos chegam a alcançar 10 centímetros de comprimento e são transferidos para tanques de concreto. A alimentação é reforçada e fica mais rica em proteína.

Com um mês de vida, os filhotes são retirados dos tanques para serem soltos no rio. O trabalho exige a atenção dos engenheiros que colocam uma tela na saída de água para proteger os bichos. Com uma outra rede eles são retirados e colocados em um balde.

Os pescadores da região também ajudam no trabalho em favor do meio ambiente, pensando no futuro dos ribeirinhos que estão por vir. 

Fonte: G1